X
X

Diário da Região

14/01/2016 - 00h00min

Música

A efervescência musical de Caiçara

Música

Divulgação Pernambucano Caiçara já tocou em Rio Preto com sua antiga banda, a Comunidade Azougue
Pernambucano Caiçara já tocou em Rio Preto com sua antiga banda, a Comunidade Azougue

Exemplo de resistência na cena independente, o músico e compositor pernambucano Caiçara reverencia em seu trabalho as influências que contribuíram na formação da identidade cultural brasileira, em especial do Norte e Nordeste. No melhor estilo ‘faça você mesmo’, Caiçara lançou no ano passado o EP Afrika, primeiro da trilogia Efeito in Casa. Toda a produção assim foi feita em seu home studio, uma tendência que surgiu com a maior acessibilidade dos artistas aos meios e tecnologias de gravação.

E são as quatro canções que dão vida ao EP Afrika as estrelas do repertório do show que Caiçara faz hoje à noite, no Sesc Rio Preto. Como o nome do álbum já sugere, Afrika evidencia a contribuição da cultura africana na música brasileira, destacada principalmente pela percussão e pelos ritmos que pontuam as cerimônias do candomblé.

Em entrevista ao Diário, Caiçara explicou que a ideia inicial era de que Efeito in Casa fosse um disco com 12 composições inéditas. No entanto, o trabalho ganhou uma dimensão tão grande ao longo de sua produção que o pernambucano decidiu transformá-lo em uma trilogia, lançando três EPs com quatro faixas cada um.

 

 

Caiçara despontou na cena musical de Pernambuco na década de 1990, em meio à efervescência do mangue beat, estilo musical que promove o diálogo entre rock e ritmos regionalistas e que tem no saudoso Chico Science (1966-1997) seu maior expoente. “Os ritmos africanos, assim como o samba e o rock, estão na essência do meu trabalho. Com Afrika, busco prestar minha homenagem às nações de candomblé, trazendo toda a sua cozinha musical para o palco”, comenta o músico e compositor, que conta com a presença de dois ogãs (sacerdotes do candomblé) na banda que o acompanha nessa turnê.

O sucessor de Afrika, ainda sem nome, deverá ser lançado até julho. “Será um EP com canções mais voltadas para o norte, com estilos como a guitarrada e o samba. Será um trabalho mais dançante”, conta o artista. Na cena independente, Caiçara busca agora o reconhecimento do público, o que, para ele, lhe dará mais força para rodar por outros lugares do Brasil. Apesar da falta de recursos financeiros, ele destaca que atuar de forma independente dá mais liberdade criativa ao artista, que não é formatado por um produtor ou estúdio.

“A indústria acaba formando uma sonoridade bastante típica, bastante igual. É uma forma mais confortável de produção, mas que não explora todo o potencial criativo do artista”, opina. Antes de embarcar em carreira solo, o pernambucano já comandou duas bandas: Os Caiçaras (1995 a 2001), que marcou presença em importantes festivais, como o Abril Pro Rock; e Comunidade Azougue (2005 a 2012), cujo CD Coisas Que Não Se Fabricam Mais rendeu uma turnê nacional, que teve Rio Preto em seu roteiro.

Serviço

Show de Caiçara. Hoje, às 21h30, no Sesc Rio Preto. Gratuito

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso