X
X

Diário da Região

15/03/2017 - 00h00min

ANIVERSÁRIO

Instalação performática questiona o fazer teatral

ANIVERSÁRIO

Valdecir Geroto/Divulgação Psicopata durante a sua estreia, na edição deste ano da Mostra Cênica, em fevereiro
Psicopata durante a sua estreia, na edição deste ano da Mostra Cênica, em fevereiro

Uma das atrações desta quarta-feira, 15, da programação comemorativa dos 165 anos de Rio Preto, a instalação performática Psicopata, concebida e protagonizada pelo ator e diretor Ricardo Matioli, da Cia. Palhaço Noturno, coloca o fazer teatral no divã. E isso a bons metros de altura.

Fruto das indignações pessoais e artísticas de Matioli sobre o teatro na contemporaneidade, Psicopata estreou, no mês passado, durante a Mostra Cênica - Resistências. Suspenso por uma plataforma móvel, o artista encarna uma persona obscura que subverte moralismos para falar sobre o que pensa do teatro rio-pretense e a relação entre artistas e público.

“Escrevi Psicopata a partir da necessidade de questionar o fazer teatral e tudo que transita nesse meio, em convergência com o meu mundo e os meus surtos reais”, conceitua Matioli, que na dramaturgia também recorreu a citações de nomes como Caio Fernando Abreu, Roberto Alvim e Thomas Mann.

Teatro e música

Três peças marcam as comemorações do aniversário da cidade nesta quarta. O Grupo Teatral Rio-pretense apresenta, em sua sede, o espetáculo Sacrafolia, obra de comédia popular escrita por de Luiz Alberto de Abreu. O Teatro Paulo Moura será palco da mais recente produção da Cia. Hecatombe, Crise de Gente, que coloca em discussão as ‘crises’ da sociedade contemporânea a partir de uma encenação estruturada como um happening.

Já no Teatro Municipal, a atriz Val Teixeira, da Cia. Dupla, apresenta o solo Enfim..., que tem direção de Bhá Prince. No dia do seu casamento, uma mulher revive suas histórias, trazendo em cada lembrança alegrias e dores, algumas esquecidas e outras escondidas no inconsciente.

A música é representada por Antonio Soledad e sua banda, que fazem um tributo a Zé Ramalho, e pelo grupo Sem Segredo, que dá sequência à série de shows em homenagem ao músico Manivela. Na Associação Anjo da Guarda, a manhã será de muito ilusionismo, com o pocket show do mágico Kadu. Toda as atrações dos 165 anos de Rio Preto são de graça.

Programação

Mágica

  • 8h30 e 14h - Pocket show do mágico Kadu. Associação Anjo da Guarda 

Música

  • 11h - Tributo a Zé Ramalho (Antonio Soledad e Banda. Praça Rui Barbosa
  • 20h - Sem Segredo Homenageia Manivela. Praça Frei Duarte (Estoril)

Teatro

  • 19h - Sacrafolia (Grupo Teatral Rio-pretense). Teatro GTR 
  • 19h30 - Enfim... (Cia. Dupla). Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto
  • 20h - Crise de Gente (Cia. Hecatombe). Teatro Paulo Moura

Performance

  • 21h45 - Psicopata (Cia. Palhaço Noturno). Em frente à chaminé da Swift

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso