X

Diário da Região

01/07/2015 - 00h00min

Humor com celular e lápis

Rio-pretense faz sucesso no Instagram

Humor com celular e lápis

Divulgação Página ilustrada com alguns dos trabalhos bem humorados do administrador rio-pretense Juliano Castello (@jottacastello no Instagram): técnica sobrepõe desenhos feitos à mão a imagens registradas com um celular
Página ilustrada com alguns dos trabalhos bem humorados do administrador rio-pretense Juliano Castello (@jottacastello no Instagram): técnica sobrepõe desenhos feitos à mão a imagens registradas com um celular

Ele começou a mostrar suas criações artísticas despretensiosamente no Instagram, ano passado, depois da insistência de amigos. Hoje, o administrador rio-pretense Juliano Castello (@jottacastello), 32 anos, tem mais de 15 mil seguidores, e começa a dividir seu tempo entre o trabalho na área de logística com freelances que surgiram a partir da popularização de sua arte na rede social. O número é três vezes maior de quando a reportagem do Diário o ouviu pela primeira vez, no ano passado, quando seu trabalho ainda não era totalmente focado no humor.

Castello se dedica ao desenho desde criança, mas sem compromisso. Em 2014, ele criou uma conta no Instagram e começou a publicar fotos de seus desenhos, todos feitos à mão, com inserção de objetos, apostando em composições bem humoradas, sobre os mais variados temas. As criações são fotografadas com a câmera de seu próprio celular e, na maioria das vezes, publicadas sem qualquer efeito. "Tudo começou como uma brincadeira, e as pessoas foram gostando", conta o desenhista. O número de seguidores começou a crescer, principalmente depois que Castello passou a criar composições com conotação humorística. 

"Quis trazer um pouco de leveza para a internet, em meio a tantas publicações negativas", fala o jovem, que confessa ser avesso às redes sociais. Castello não tem perfil no Facebook, e recorreu ao Instagram como uma forma de expandir o alcance de suas criações. Muitas de suas artes estão relacionadas a trechos de músicas. "Meu processo de criação é muito diverso. Às vezes é a música que estou ouvindo no momento que me inspira, às vezes, é o desenho que estou fazendo que tem a ver com a letra da música, em outras, crio em cima de alguma canção que gosto muito", fala o administrador.

Com a popularidade no Instagram, Castello já foi convidado a fazer duas capas de revistas, uma delas de decoração. Além disso, chegou a recusar alguns trabalhos, ou por falta de tempo, ou por não dominar o desenho digital. Ele, que já atua paralelamente como designer de joias, pensa em, no futuro, fazer um curso de designer gráfico, adequando sua habilidade com o desenho à demanda do mercado. No entanto, diz que ainda não pensa em trocar de profissão. "Não dá para trocar o certo pelo duvidoso", diz. 

Intervenções pelo mundo

São inúmeros os artistas ao redor do mundo que lançam mão de projetos utilizando o Instagram como aliado na popularização de seus trabalhos. Com o projeto "Photo Invasion" no Instagram, o artista multimídia Lucas Levitan, gaúcho radicado em Londres, atraiu milhares de seguidores fazendo intervenções sobre fotos de terceiros. Para ter uma foto "invadida", é preciso usar a hashtag #iwanttobeinvaded. 

Numa publicação recente, por exemplo, ele colocou dois personagens jogando golfe no edifício do Museu de Arte contemporânea (MAC), projetado por Oscar Niemeyer, em Niterói, no Rio de Janeiro. De Paris, na França, a artista visual e fotógrafa Aurely Cerise (@aurelycerise) conquistou mais de 50 mil seguidores, criando composições gráficas com o uso da fotografia e elementos que produz à mão. Frutas, flores, lápis e outros objetos entram nos trabalhos. Outro artista que utiliza a plataforma para disseminar suas criações é Markus Einspannier (@marcus1spannier), da Alemanha. Ele criou um projeto no qual faz composições em que utiliza imagens de nuvens, e criou a hashtag #UseTheClouds. 

 

 


 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso