Diário da Região

13/07/2010 - 00h50min

Garoto-prodígio

Rio-pretense expõe seus trabalhos artísticos em São Paulo

Garoto-prodígio

Divulgação Pjota em pleno estado criativo
Pjota em pleno estado criativo

Considerado um garoto-prodígio no cenário artístico paulistano, o rio-pretense Paulo José Nimer Abilel, o Pjota, 22 anos completados no último sábado, expõe até o dia 7 de agosto, no Acervo da galeria Choque Cultural, em São Paulo, sua segunda individual no País - “Considerações Sobre o Branco”- , um conjunto de cinco pinturas inéditas com a predominância da cor branca ao fundo.


A mostra é uma continuação de sua individual “Walking in the White”, realizada no ano passado na galeria Anno Domini, na Califórnia, nos Estados Unidos. A primeira no Brasil foi realizada também na Choque Cultural, em 2007.


“Considerações Sobre o Branco” mistura pintura e desenho dentro de um contexto urbano de plasticidade e grafismos e busca referências na história da arte, principalmente, no renascimento, apropriando-se de imagens e características próprias da época, trazendo-as ao contexto contemporâneo.


Como base para sua produção artística com uso de tinta acrílica, lápis, caneta e esmalte sintético, Pjota, que é formado em artes visuais pela Belas Artes, usa características da cidade contemporânea, criando uma interlocução com a história da arte.


“Tenho algumas referências que são cenas da cidade. Coloco na pintura e no desenho meu universo de vivência, coisas que passo, que vi e coisas de que gosto”, diz. E ele gosta muito da textura que a rua proporciona, as paredes e coisas assim. Pjota usa a tela para registrar o tempo.


O artista não pinta um desenho fixo e grande na tela e sim fragmentos, pinturas relativamente pequenas, minuciosas, e cheias de detalhes, que necessitam da aproximação para ser observadas com clareza.


Para Oscar D’Ambrosio, mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp e integrante da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil), ao se observar as telas de PJota, a primeira reflexão está no quanto uma imagem pode ser prazerosa enquanto universo de possibilidades visuais a ser desvendado como um desafio à capacidade de observação de cada pessoa que se propõe a contemplar o que lhe é apresentado.


O artista plástico começou seus primeiros trabalhos em Rio Preto, por meio do grafiti, elemento que usou apenas como primeiro instrumento de expressão, sem o compromisso com a cultura do Hip Hop. Aos 17 anos, mudou-se para São Paulo, para estudar e trabalhar. “Penso em expor em Rio Preto e espero as oportunidades”, disse o artista, que é neto de um conhecido advogado na cidade, Paulo Nimer.


Pjota foi em 2007 o artista mais jovem selecionado para o Salão de Artes Plásticas em Rio Preto, entre os 76 que faziam parte da mostra. Também participou da coletiva “Spray”, no Memorial da América Latina, além de ter obras publicadas em revistas, livros e trabalhos publicitários.


O que mudou nesse tempo em relação ao início foi o amadurecimento do pensamento do trabalho, que lhe rendeu uma linguagem própria. Além disso, houve um amadurecimento da técnica, que no começo era mais intuitiva e hoje tem um pensamento por trás da estética.


“Pelo contato com a cidade comecei a perceber características gráficas e pictóricas presentes na paredes e muros, decorrentes da ação do homem, que me interessavam não só pela carga imagética, mas também pela história e pelo porquê de tais marcas estarem presentes na cidade”, diz o artista, cujas referências são Cy Twombly, Walton Ford e Basquiat.


As manchas e texturas, segundo ele, talvez sejam as características mais comuns das cidades. As marcas brancas e as texturas que cria nas pinturas são decorrentes deste estudo de campo. Além das pinturas inéditas, no local Pjota reúne vários de seus desenhos em um livro especial de 40 páginas em parceria com a Volcom.


Serviço


Considerações Sobre o Branco, por Pjota, até 7 de agosto, no acervo da galeria Choque Cultural, na Vila Madalena, São Paulo, entrada gratuita. Informações pelo telefone (11) 3061-2365

   

Clique e confira a programação de Eventos & Shows em Rio PretoQuer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso