X
X

Diário da Região

30/08/2016 - 10h48min

CARNE DOCE

Rio-pretense assina coreografia de clipe da banda

CARNE DOCE

Reprodução A cantora Salma Jô em cena do clipe cuja coreografia é assinada pela rio-pretense Gabriela Branco
A cantora Salma Jô em cena do clipe cuja coreografia é assinada pela rio-pretense Gabriela Branco

A rio-pretense Gabriela Branco, 23 anos, é o nome por trás da coreografia apresentada pela cantora Salma Jô no videoclipe da música Artemísia, que integra o segundo disco da Carne Doce, uma das bandas que vem se despontando na cena independente de Goiânia (GO).

Para conceber a coreografia do clipe, que foi gravado e produzido pelo estúdio Muto, de Campinas, a rio-pretense recorreu a um método de improviso baseado em estados corporais. "É uma forma de criar a partir da história pessoal do intérprete. Tudo aquilo que está latente em sua vida é trazido para a dança", conta Gabriela ao Diário.

Como a vocalista da Carne Doce não tinha experiência na dança, Gabriela recorreu a uma série de elementos externos para estimular os movimentos da intérprete. "Esses elementos funcionaram quase como que metáforas. Utilizei uma série de temperos, por exemplo, cujos cheiros serviram de inspiração para movimentos."

A letra da música Artemísia está focada na temática do aborto. No vídeo, a vocalista da banda goiana atravessa o interior de um túnel construído no centro da cidade de Campinas em 1918. "Já concebi trabalhos para mim, mas nunca havia criado algo para outra pessoa, ainda mais alguém sem experiência na dança. Busquei desempenhar da melhor forma o meu papel de coreógrafa", diz a rio-pretense, que deixou a cidade em 2011 para cursar dança (licenciatura e bacherelado) na Unicamp (Universidade de Campinas).

Assista ao clipe da música Artemísia, da banda Carne Doce:

Em Rio Preto, Gabriela ingressou no universo do balé por meio da escola comandada por Flávia Bueno. Também foi aluna de Cleyde Lerro Filiage e Edinaldo Nascimento, que, segundo ela, lhe apresentou o universo da dança contemporânea. Ainda teve contato com a dançarina e atriz Carolina Campos, que hoje comanda na cidade o Centro Rio-pretense de Dança Isadora Duncan.

Atualmente, Gabriela mora em São Paulo, onde realiza duas residências de dança contemporânea: uma da companhia francesa Fleur de Peau e outra no Centro de Referência em Dança de São Paulo (CRDSP). Também atua na ópera multimodal que marca os 50 anos da Unicamp.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso