X
X

Diário da Região

22/09/2015 - 00h00min

Ratinhos de biblioteca

Projeto especial leva as histórias de Ziraldo às crianças com deficiência auditiva

Ratinhos de biblioteca

Hamilton Pavam A contadora Ana Karina de Campos Carreira e a tradutora Thaisy Regina Rodrigues estimulam as crianças a refletir sobre o próprio corpo com as histórias da coleção “Corpim”, de Ziraldo
A contadora Ana Karina de Campos Carreira e a tradutora Thaisy Regina Rodrigues estimulam as crianças a refletir sobre o próprio corpo com as histórias da coleção “Corpim”, de Ziraldo

Enquanto Ana Karina de Campos Carreira conta a história de um joelho chamado Juvenal, Thaisy Regina Rodrigues faz a tradução simultânea para a linguagem dos sinais. Juntas, elas estimulam as crianças a refletir sobre o próprio corpo com a ajuda dos livros da coleção "Corpim", do escritor infantil Ziraldo. Além do joelho, tem uma turma de amigos formada por 10 dedos inseparáveis e Rolim, um umbigo redondo e enroscado que adora banhos de mar.

A plateia, que acompanha atenta à história, começa, então, a identificar suas próprias diferenças físicas e a entender que algumas crianças "ouvem" histórias com os ouvidos e outras com os olhos. Assim tem sido os encontros de sábado à tarde do Ratinho de Biblioteca, programa do Sesc Rio Preto que busca estimular a leitura entre as crianças. Neste mês, as mediações de leitura têm a participação de uma intérprete de Libras, a língua brasileira de sinais.

"Não é porque a criança tem alguma limitação física ou intelectual que ela não brinca, que não tem vontade de brincar. Toda criança tem vontade de brincar, de ouvir uma história, mas para algumas falta oportunidade", comenta Ana Karina, professora convidada para as atividades deste mês do Ratinho de Biblioteca. Ana Karina já havia trabalhado com mediação de leitura com adolescentes da escola Maria Peregrina, mas nunca havia pensado sobre as questões de acessibilidade até se tornar mãe de Lucas, 3 anos, que nasceu com hidrocefalia, um acúmulo de líquido no cérebro, e, por isso, tem um atraso no seu desenvolvimento.

 

Ana Karina de Campos Carreira e Thaisy Regina Rodrigues “Toda criança tem vontade de ouvir uma história, mas para algumas falta oportunidade”, defende contadora Ana Karina

"Se você não precisa de uma cadeira de rodas, nunca vai entender a dificuldade que um cadeirante tem para se locomover na cidade. Só passando pela experiência para entender o que é a realidade da pessoa com deficiência. Nessa atividade do Sesc, quis mostrar uma visão que não tinha, mas agora tenho por conta da experiência com meu filho", declara. Como o programa busca desenvolver a intimidade das crianças com os livros, a professora escolheu as histórias da coleção "Corpim", em que Ziraldo dá personalidade para diferentes partes do corpo. 

"Queria algo que permitisse abordar a temática da acessibilidade. O corpo é o primeiro meio pelo qual a criança conhece o mundo. Ele é o primeiro brinquedo da criança, tenha ela algum tipo de limitação ou não", justifica. Conforme Ana Karina, são poucas as opções de cultura e lazer para crianças com algum tipo de deficiência. "Muitos pais acabam se desestimulando porque faltam oportunidades. O Sesc desenvolve a cultura de forma ampla, e acredito que ele é uma porta de acesso para essas opções."

De fato, a presença de crianças com deficiência auditiva nos encontros do Ratinho, por exemplo, ainda é tímida, mas ter a presença de uma intérprete de Libras ao longo deste mês é importante para atrair esse público. Então, não perca a última história de setembro do Ratinho de Biblioteca, que será contada no próximo sábado. Será a oportunidade de conhecer os pés Pelegrino e Petrônio, dois irmãos bem parecidos fisicamente, mas com sonhos completamente diferentes.

Serviço

  • Ratinho de Biblioteca. Todos os sábados, às 15h30, na sala de internet livre do Sesc Rio Preto. Gratuito. (17) 3216-9300

 

 


 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso