X
X

Diário da Região

17/12/2016 - 00h00min

SHOW DA PAZ

Teatro Paulo Moura traz Camerata Jovem Beethoven e o pianista Plinio Oliveira

SHOW DA PAZ

Divulgação “O meu interesse é que os músicos aprendam a cultura da paz e se tornem artistas conectados com a realidade do País”, afirma Oliveira
“O meu interesse é que os músicos aprendam a cultura da paz e se tornem artistas conectados com a realidade do País”, afirma Oliveira

O pianista, cantor e compositor Plinio Oliveira desembarca mais uma vez em Rio Preto. O artista, que se dedica ao que define como música da paz, faz show no domingo, 18, às 20h, no Teatro Paulo Moura. Com 34 anos de carreira, o músico de Curitiba traz para a cidade o Show da Paz, em que apresenta ao público mensagens de sabedoria, emoção, alegria e paz por meio da música. A entrada é um brinquedo embrulhado para presente, que será doado.

Oliveira vai dividir o palco com integrantes da Camerata Jovem Beethoven. Ao todo, 15 jovens integrantes, que estão em um nível técnico mais avançado no projeto, estarão no palco com o pianista. A primeira parceria com o grupo rio-pretense aconteceu no dia primeiro de dezembro, em Araçatuba. Na sexta-feira, 16, eles fizeram show em Sorocaba. Segundo Oliveira, a parceria com a camerata vai além do entretenimento, é um projeto sociocultural.

Em setembro deste ano, em Curitiba, a iniciativa de dividir o palco com crianças e adolescentes de 8 a 16 anos foi positiva, e ele decidiu repetir. Ao todo, 450 crianças participaram do coro no espetáculo no Teatro Guaíra. “Agora a quantidade será menor, mas terá o mesmo objetivo. O meu interesse é que os músicos aprendam a cultura da paz e se tornem artistas conectados com a realidade do País”, explica. O repertório vai reunir composições do artista que abordam temas como amor, ternura e compaixão, além de clássicos, incluindo uma composição de Michael Jackson. 

Outra canção é A Luz Que Acende o Olhar, de Deborah Blando. Uma faixa terá a participação da soprano lírica Anatasha Meckenna. Plinio Oliveira conta que acompanha a história da Camerata Jovem Beethoven desde seu surgimento. A parceria com o projeto aconteceu dada a amizade com os gestores da camerata. “Eles tocam muito bem. Ainda não têm apuro profissional, mas estão no caminho e têm vocação e talento musical. Para a apresentação, fiz arranjos simples, mas com resultados sonoros gostosos, e eles tocam com compaixão.”

 

Camerata Beethoven - 17122016 Quinze jovens da Camerata Beethoven participam do concerto

Com mais de três décadas de carreira, Oliveira soma 49 CDs independentes, 10 DVDs e oito CDbooks. Ele canta desde os 8 anos, quando também começou a tocar piano. Aos 15, participou de um programa de TV e de festivais de música e saiu premiado. O artista afirma que desde pequeno sabia que precisava ter paz dentro do coração para ter paz do lado de fora. Hoje, conta com mais de 600 canções gravadas e mais de duas mil compostas. Fazer shows pel Brasil e fora dele, para Oliveira, é uma realização pessoal. “É incalculável e um privilégio. Tenho uma liberdade que muitos artistas não conseguem ter e, além disso, tenho controle da minha carreira e uma resposta muito rápida do público. 

Minha música não é apenas entretenimento. Ela afeta a vida das pessoas com sensibilidade. É algo social e emocional.” Oliveira mora em Curitiba, mas fica 70% do seu tempo viajando e fazendo shows. Numa mesma semana, recentemente, ele esteve em Araçatuba, no Recife e na Argentina. E, por causa da Camerata Jovem Beethoven, deverá ficará ainda mais tempo longe de casa em 2017. Oliveira vai ministrar aulas sobre música universal e sobre valores da cultura da paz para a turma rio-pretense. “Quero que se transformem em músicos com mais humildade e com mais compreensão do ofício da música.”

A ideia é que, a cada dois meses, Oliveira e os jovens da camerata promovam concertos no Teatro Paulo Moura. Paralelamente à agenda, os músicos também farão shows com o cantor fora de Rio Preto. No dia 21 de setembro do ano que vem, já está agendado um show em Curitiba. “Será um espetáculo para o qual vamos trabalhar o ano todo. A camerata tem se dedicado à música com alta qualidade e na conquista de uma melhor performance técnica, e com um compromisso que vai além da estética, tem ética e emoção.”

Ítalo de Carvalho, coordenador e administrador da camerata, afirma que a parceria surgiu porque Plinio Oliveira afirma ter um sonho de trabalhar e desenvolver orquestras jovens e compor especialmente para elas. “Educação pela Paz sempre está presente em suas composições, o que tornou ainda mais possível a parceria com a camerata”, diz

Serviço

  • Concerto de Plinio Oliveira com a Camerata Jovem Beethoven. Domingo, 18, às 20h, no Teatro Paulo Moura. O ingresso é um brinquedo embrulhado para presente que será doado

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso