X
X

Diário da Região

25/11/2016 - 17h28min

STAND UP

Maurício Meirelles volta a Rio Preto

STAND UP

Divulgação Comediante se apresentou no ano passado em Rio Preto
Comediante se apresentou no ano passado em Rio Preto

Maurício Meirelles volta a Rio Preto neste domingo, 27, com seu stand up Perdendo Amigos aproximadamente um ano depois da última visita do humorista à cidade, com o mesmo show, sim, mas também com novidades. Segundo Meirelles, essa temporada está mais muito interativa. Durante a apresentação, ele faz Snapchat, abre o WhatsApp, Tinder, além de uma nova dinâmica para a escolha do participante do Webbullying, um de seus quadros mais famosos, onde ele chama um espectador e toma conta de suas redes sociais, interagindo com outras pessoas como se fosse o titular da conta.

“Para escolher o participante do Webbullying, faço entrevistas com as pessoas que querem participar, sempre com muito improviso. Tenho feito link ao vivo no meu Facebook dessa parte também”, conta.

O Perdendo Amigos é descrito por Meirelles como um espetáculo mais maduro, onde ele diz se sentir mais à vontade para testar coisas novas e improvisar. “É totalmente novo, interativo e com temas mais opinativos e menos superficiais. No show, reúno textos inéditos, piadas fortes e atuais, plágios musicais, além do Webbullying.”

Para esse novo perfil, Meirelles optou por tratar de temas que normalmente causam desavenças entre as pessoas, mas garante que a intenção não é criar polêmica, mas divertir o público.

“Hoje em dia, vivemos em uma época em que qualquer opinião que você dá sendo a favor de alguma ideologia já causa o ódio. Como dou muita opinião forte sobre alguns assuntos polêmicos como política, religião, maus tratos aos animais, casamento gay, corrupção, cotidiano, entre tantos outros temas, provavelmente eu vá perder muitos amigos durante a peça. Por isso o nome do espetáculo”, explica.

Já o Webbullying é um espetáculo à parte, afirma Meirelles. Hoje em dia, o comediante já tem 136 vídeos publicados dos trotes feitos pelas cidades em que passa, mais 26 gravados pelo Pânico da Band e mais de 200 milhões de visualizações em seu canal oficial do You Tube, que conta com mais de 1,7 milhões de inscritos.

A ideia para o quadro nasceu no improviso. Ele queria criar algo diferente para seu show e depois de algumas tentativas frustradas e possibilidades que não deram certo, em um show em Campinas, aconteceu. “Abri a página (do Facebook) de um cara da plateia e a ideia inicial era só mexer nas fotos. Alguém mandou mensagem e nisso eu falei: ‘tá aqui, é isso’. Passei o trote nesse cara e todos riram. Então, o que fiz foi só elevar a criatividade desse quadro”, conta.

O quadro já rendeu alguns momentos memoráveis para o comediante. Meirelles lembra do dia em que Mr. Catra foi a seu show no Rio de Janeiro e participou do Webbullying. Pensando em uma forma de criar uma comoção nacional, ele postou nas redes sociais do cantor que ele iria fazer uma vasectomia. “Após a participação e grande repercussão, Catra voltou às redes sociais para desmentir o procedimento só no dia seguinte. Muitos veículos publicaram a notícia. A gente se divertiu (risos).”

O sucesso também rendeu prêmios ao comediante. O Perdendo Amigos foi eleito o melhor espetáculo do Brasil na categoria stand up comedy no último Grande Prêmio Risadaria Smiles do Humor e já foi assistido por mais de 180 mil pessoas em todo o Brasil. “Estou muito feliz com toda essa repercussão”, conclui.

Improvisação e CQC

Apesar de ter um texto, a improvisação domina grande parte da apresentação de Maurício Meirelles em Perdendo Amigos e ter integrado o elenco do CQC entre os anos 2011 e 2015 acrescentou muito ao comediante. “Não só no improviso, mas também na questão da agilidade. Na Band, por exemplo, apresentei, ao vivo, o quadro CQC 3.0, que antecedia o CQC. Foi uma experiência muito bacana, onde aprendi muito, porque me deu segurança com o passar do tempo”, conta.

Inclusive, Meirelles descreve seu tempo como repórter do programa como sua melhor experiência profissional. “Aprendi a ter timing de TV, a conhecer mais coisas, entender mais as pessoas. Em um determinado momento eu virei o cara das entrevistas internacionais do CQC. Tenho saudade dessa fase. Nesse período tive as melhores oportunidades da carreira e consegui entrevistar astros como Will Smith, Adam Sandler, Jack Black, Gerard Butler. Cobri as eleições americanas e vi o Obama ganhar”, lembra.

O momento foi tão marcante que Meirelles diz que a maior nostalgia de sua vida será sempre lembrar do CQC e do que vivenciou lá. E apesar da tristeza pelo fim do programa, ele diz ficar feliz de ter se saído bem no programa e de sua participação ter marcado o fim de um ciclo de sua vida. 

Atualmente, além do Perdendo Amigos, Meirelles levou o Webbullying para a TV, como um quadro do Pânico na Band e participou do recém-encerrado X-Factor Brasil. “Sou músico também, então, tudo o que envolve música me interessa. Foi uma honra estar nesse projeto, ainda mais trabalhando com ídolos meus, como é o Paulo Miklos. A minha função no programa foi dar um ar mais digital/humorado para as pré-apresentações e entrevistas com os próprios candidatos. Também comandei um programa antes do X-Factor, uma espécie de esquenta, com um caminho mais humorado de bastidores. A estrutura foi incrível. Pena que acabou”, diz.

Além disso, ele estreou em agosto, no canal pago Multishow, O Estranho Show de Renatinho, uma mistura de talk com game show com Tatá Werneck, Murilo Couto e os integrantes da Banda Renatinho, Nil Agra e Marco Gonçalves. “O resultado foi excelente. São cinco comediantes, que são amigos na vida real e que tem uma banda juntos, se divertindo pra caramba. Ficamos muito felizes que o Multishow e o público curtiram o programa e esse novo formato que criamos, tanto que reprisaram tudo.”

Para o próximo ano, o comediante continuará com o espetáculo Perdendo Amigos durante o primeiro semestre e planeja estrear um novo show no segundo, além de continuar criando coisas novas para seu canal no You Tube.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso