X
X

Diário da Região

03/08/2016 - 00h00min

BOM É SER MAU

Esquadrão Suicida tem pré-estreia nesta quarta

BOM É SER MAU

Divulgação OS PIORES VILÕES DA HISTÓRIA: Esquadrão Suicida apresenta personagens que vão se integrar ao universo compartilhado da DC Comics, ideia semelhante ao que vem sendo feito (com sucesso) com a Marvel. Abaixo, Jared Leto dá vida a Coringa mais psicótico
OS PIORES VILÕES DA HISTÓRIA: Esquadrão Suicida apresenta personagens que vão se integrar ao universo compartilhado da DC Comics, ideia semelhante ao que vem sendo feito (com sucesso) com a Marvel. Abaixo, Jared Leto dá vida a Coringa mais psicótico

Em março, a DC Comics deu início ao seu universo compartilhado nos cinemas com Batman vs. Superman: A Origem da Justiça. No entanto, o filme ficou muito aquém das expectativas do estúdio e dos fãs, com uma bilheteria inferior à esperada e críticas nada positivas. Para tirar esse gosto amargo da boca, a Warner Bros., que distribui os filmes da editora, aposta todas as suas fichas em Esquadrão Suicida, que tem pré-estreia nesta quarta-feira, 3, em Rio Preto.

O filme já se destaca da grande massa de produções baseadas em histórias em quadrinhos por fugir do esquema comum de bem contra o mal.

Aqui, os ‘heróis’ são os vilões de diversas histórias da DC Comics. Pistoleiro (Will Smith), Arlequina (Margot Robbie), Diablo (Jay Hernandez), Bumerangue (Jai Courtney), Amarra (Adam Beach) e Crocodilo (Adewale Akinnuoye­Agbaje) formam o esquadrão do longa.

Eles são ‘recrutados’ por Amanda Waller (Viola Davis) para cumprirem missões perigosas que podem acabar com a morte de um ou mais membros do grupo - o que está tudo bem, afinal, eles são os dispensáveis, segundo a própria. Para que obedeçam às ordens, são supervisionados por Rick Flag (Joel Kinnaman) e Katana (Karen Fukuhara), além do incentivo de explosivos inseridos em suas cabeças.

Mas quem realmente vem roubando a cena, no filme e nos bastidores, é Jared Leto, que dá vida a um dos vilões mais icônicos dos quadrinhos e dos cinemas, o Coringa.

Leto, com seu estilo metódico de atuação, se tornou uma atração durante as filmagens, enviando presentes nada comuns para seus colegas de elenco, como um rato vivo, camisinhas usadas, munição e um porco morto.

Segundo o ator, tudo foi feito para estabelecer a dinâmica entre os personagens, um elemento surpresa, espontaneidade e quebrar qualquer barreira que existia com o restante do elenco e da equipe.

jared 03082016

Mas Leto não terá um trabalho fácil. Para se estabelecer como ‘o Coringa’ na memória dos espectadores, ele terá de superar uma das melhores atuações da história do cinema, a de Heath Ledger, em Batman - O Caveleiro das Trevas. Ledger, que faleceu pouco depois de encerrar seu trabalho no filme, conseguiu balancear perfeitamente a insanidade e a genialidade do Coringa, levando, inclusive, um Oscar póstumo de melhor ator coadjuvante.

Por isso é tão importante que essa nova versão siga por um caminho oposto e extremo, como os trailers e imagens sugerem. Com isso, Leto consegue se distanciar ao máximo das comparações com Ledger e até de Jack Nicholson - o Coringa do Batman de 1989 - e criar uma versão que coexiste com esses trabalhos icônicos feitos anteriormente.

Batman

A presença do Coringa, por si só, já é mais que suficiente para arrastar uma multidão de fãs aos cinemas, mas Esquadrão Suicida ainda contará com uma participação do Batman, interpretado, mais uma vez, por Ben Affleck.

O super-herói mais emblemático da DC Comics atualmente - sim, ele supera o Superman em popularidade - é a cola entre as produções do universo cinematográfico que a editora vem construindo nos cinemas.

Ansiedade

Todos esses elementos e uma campanha de marketing gigantesca estão deixando os fãs extremamente ansiosos para o filme. Com o ingresso comprado para a pré-estreia, o gestor de web Marcos Bruno, de 27 anos, está com a expectativa nas alturas. “Acho que os filmes da DC estão crescendo em qualidade e esta será a primeira vez que verei um dos meus vilões preferidos, o Coringa, após a interpretação genial de Heath Ledger, o que deixa minha ansiedade ainda maior”, diz.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso