X
X

Diário da Região

14/09/2016 - 07h45min

LUTO

Erwin Theodor: uma vida inteira dedicada às origens

LUTO

Erwin Theodor Rosenthal nasceu em Frankfurt, terra de Goethe, em 30 de junho de 1926, e veio com a família para o Brasil ainda criança. Foi aqui que construiu sua vida e uma carreira que o transformaria em um dos principais germanistas do País - mas não só. Ele foi, ainda, professor de língua e literatura alemã, ensaísta, jornalista, tradutor, escritor, membro da Academia Paulista de Letras (eleito em 1986) e, por muitas décadas, colaborador dos suplementos culturais do jornal O Estado de S. Paulo.

Erwin Theodor morreu dia 4, aos 90 anos. Sua trajetória profissional começou quando ele, aos 21, acumulou a função de professor secundarista e de jornalista. Entre 1947 e 1958, lecionou no Liceu Pasteur, Porto Seguro, Dante e Colégio Estadual de São Paulo. E passou pela redação de A Gazeta, na qual atuou primeiro como tradutor e depois como repórter.

Erwin Theodor deu aulas em universidades de cidades diversas ao redor do mundo, entre as quais Minnesota, Assis, Berlim, Colônia e Lisboa. Em São Paulo, passou a vida na USP, onde se formou, em 1950, em Letras Anglo-germânicas e deu seguimento às suas pesquisas. Ali, foi professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, conquistou a cátedra de Literatura Alemã, em 1964, e ocupou cargos administrativos de liderança pelos cursos por onde passou ao longo dos anos.

Seu início como professor da USP coincide com suas primeiras colaborações ao jornal. Erwin Theodor começou a escrever no jornal em 1959 e, até o fim da década de 1990, publicou textos sobretudo acerca de autores de língua alemã, entre os quais Friedrich Schiller, Franz Kafka, Gotthold Ephraim Lessing, Hermann Hesse, Thomas Mann e tantos outros. Escreveu, ainda, sobre educação e outros temas.

O intelectual deixou uma importante obra, composta por alguns títulos que se tornaram referência. Um exemplo é Tradução: Ofício e Arte, de 1976. Erwin foi, aliás, tradutor de grandes nomes da literatura germânica, como Von Martius, Walter Benjamin e Nietzsche. Em 1958, publicou Viagem Pela América do Norte e no lançamento, em 1958, concedeu entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo em que dizia ter voltado "admirado" dos Estados Unidos porque havia conhecido um país para além de seus clichês, e contou que, na obra, evitou manifestações políticas e tentou apenas apresentar o indivíduo americano.

Essa viagem foi feita no período em que o autor ganhou uma bolsa de estudos lá. Já em 1980, ele lançou A Literatura Alemã, em que apresentava e interpretava suas principais tendências e peculiaridades e debatia questões como sob quais condições se desenvolveu a literatura alemã, em que reside a essência dos séculos 14 e 15, suas transformações e interpretações. Publicou ainda, em 1991, Perfil e Sombras - Estudos de Literatura Alemã, coletânea de estudos breves sobre autores diversos escritos logo após a leitura de suas obras. 

Seus livros são encontrados em sebos e sua obra era elogiada pelo estilo simples, claro, conciso e elegante empregado pelo autor. Destaca-se em sua trajetória, e bibliografia, a descoberta, em 1990, de um manuscrito inédito do botânico Carl Von Martius (1794-1868), que veio ao Brasil em 1817 em comitiva austríaca - até 1920, o grupo percorreu o País, do Rio de Janeiro ao Amazonas, realizando estudos. Impressionado pela experiência, escreveu Frey Apollonio, Um Romance do Brasil, o inédito encontrado por Erwin Theodor na Biblioteca de Estado da Baviera - o material estava lá, intocado, desde a doação de seus herdeiros, em 1967.

Escrito em gótico, em 1831, e perdido entre inúmeros manuscritos, este é um dos primeiros romances sobre o Brasil. Erwin Theodor foi responsável pela adaptação da obra para o alemão contemporâneo e por sua tradução para o português. Dois anos depois, a obra era lançada nos dois países.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso