Diário da Região

12/03/2003 - 00h08min

Diversão garantida

‘Boi Viramundo’ leva folclore ao Sesc

Diversão garantida

Divulgação Talita Berthi está no elenco do espetáculo que vem a Rio Preto
Talita Berthi está no elenco do espetáculo que vem a Rio Preto
Em sua proposta de teatro popular, a companhia Abaré Teatro alcança a maturidade com o espetáculo “Boi Viramundo”, que toma como pano de fundo o folguedo do Boi-bumbá para celebrar a riqueza multicultural do folclore brasileiro. O espetáculo, voltado para um público infanto-juvenil, será apresentado na sexta-feira, no Teatro do Sesc. O interesse pela teatralidade inerente aos folguedos começou, segundo o diretor Orlando Moreno, há três anos, quando o Abaré Teatro concluía pesquisa para a peça “Faz de conta que tem história”, em comemoração aos 500 anos de Descobrimento. “O Boi-bumbá é a primeira manifestação dramática trazida ao Brasil pelos jesuítas”, comenta o diretor. A história do Boi-bumbá, tal como chegou ao Brasil, fala de dois personagens, Mateus e Catirina. Ela, grávida, pede a Mateus uma língua de boi; ele atende a amada, matando um animal do patrão, que passa a persegui-los. Pouco do eixo narrativo é aproveitado por Moreno Lelé Lamparina e Belinha Bonitinha, filhos de Lampião e Maria Bonita na criação do diretor.

O que é relevante falar sobre o texto é a tentativa dos personagens - interpretados por clowns experientes da Abaré Teatro - de ressuscitar o boi, que nesta história morre depois de saber que sua mãe, a vaca, morreu para servir de churrasco. É nessa hora que Moreno promove “os encontros”. “Aparecem o Saci, o caipora do Sul, o boi-tatá e até um ‘padim ciço’ dando pitacos em como ressuscitar o pobre animal”. É desta maneira, portanto, que, por meio de muita música ao vivo, dança, bonecos animados e humor, “Boi Viramundo” nos apresenta figuras típicas, lendas e ditados populares, em uma surpreendente viagem ao folclore brasileiro. “A técnica para a manipulação de bonecos foi desenvolvida especialmente para o espetáculo, junto a outros recursos já utilizados pelo grupo como a mímica, o canto e a dança”.

Além de revelar às crianças de maneira agitada, porém lúdica, a riqueza do folclore, “Boi Viramundo” tem as suas “mensagens” - como não poderia deixar de ser, considerando o público para o qual se volta: o infantil. “O texto mostra que o boi ressuscita com três espirros. Nessa hora as crianças participam, espirrando, ao lado dos outros personagens. Isso mostra que só com atitudes em conjunto se é capaz de resolver problemas”, explica Moreno. A intenção é que “Boi Viramundo” consiga transportar para o palco um espetáculo com a cor e a alegria presentes nas manifestações populares. “A proposta estética é centrada nas mesmas formas de apresentações do folguedo, preocupando-se em fazer uma releitura do folclore com o mesmo clima, humor, irreverência, crítica e espontaneidade destas manifestações”, avisa. A Companhia é de Itanhaém, no litoral sul de São Paulo, e foi fundada em 1995, com objetivo de formar um núcleo de artes cênicas e interagir com os movimentos culturais da região. “Boi Viramundo” já é o terceiro espetáculo da Abaré Teatro dentro desta proposta. O próximo, que será lançado este ano e intitulado “Nau Catarineta”, vai abordar o movimento das chácaras portuguesas, que relembram os descobrimentos marítimos de Portugal, há mais de cinco séculos.

Serviço:
“Boi Viramundo”, sexta, às 15 horas, no Teatro do Sesc. Dirigido a crianças a partir dos 4 anos. Ingressos R$ 2 para matriculados, estudantes e menores de 18 anos e R$ 4 a outros. Vagas limitadas. Informações pelo fone (17) 3216-9300.

Confira aqui a programação de Teatro

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso