Diário da Região

    • -
    • máx min
20/02/2015 - 15h28min

Brutalidade

Veja o vídeo em que lutador de jiu-jitsu agride a ex-mulher

Brutalidade

Reprodução/vídeo Imagens das câmeras de segurança captaram toda agressão
Imagens das câmeras de segurança captaram toda agressão

Um segurança particular e lutador de jiu-jitsu é acusado de agredir violentamente a ex-mulher e um amigo dela, na madrugada desta sexta-feira, 20, em Rio Preto.


Segundo o boletim de ocorrência, a vendedora Natalie Rodrigues Costa, 27 anos, e o amigo dela, Daniel Lincoln Baptistella, 33, que é mergulhador, conversavam na loja de produtos de mergulho da qual ele é proprietário, quando o ex-marido dela, Leonardo de Oliveira Gonçalves, 21, invadiu o local e começou a agredir os dois.


Pelas imagens das câmeras de segurança é possível ver que Baptistella é agredido e passa praticamente todo o tempo das agressões caído, enquanto Natalie tenta afastar o ex-marido do amigo. Ela também foi brutalmente espancada.


O cunhado de Baptistella, Jorge Gustavo Madlun, 24, conta que a vítima não se lembra de muita coisa. “Ele disse que lembra de ter ouvido alguém arrombar a porta lateral da loja e foi ver o que acontecia. Ao ver o homem entrar até tentou correr, mas foi pego por um golpe mata-leão e desmaiou, depois disso ele não lembra de nada”.


O mergulhador estava na loja para pegar alguns equipamentos, pois viajaria para a Bahia nesta sexta-feira, 20. “Ele e a Natalie eram amigos há muito tempo. O Daniel (Baptistella), inclusive, conhecia o primeiro marido dela, que era professor de jiu-jitsu e, segundo ele, era muito gente boa. Esse atual marido ele não conhecia, só sabia que eles tinham se separado há pouco tempo e ela queria alguém para conversar”, afirma Madlun.


Apesar de ter recebido muitos chutes e socos, Baptistella não teve nenhuma fratura, apenas hematomas. O mesmo aconteceu com Natalie. Na manhã desta sexta-feira, 20, ela registrou boletim de ocorrência também na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e, durante à tarde, passou por exame no Instituto Médico Legal (IML).


Uma prima de Natalie, que não quis ser identificada, disse que Gonçalves tentou contato diversas vezes e pediu perdão. O caso está sendo investigado pelo 1º DP.


Assista às imagens captadas pelo sistema de segurança da loja


Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso