X
X

Diário da Região

15/01/2015 - 01h50min

Verão

Tribunal libera advogados do uso de terno

Verão

Guilherme Baffi Advogado Luiz Fernando não costuma usar terno para ir ao Fórum
Advogado Luiz Fernando não costuma usar terno para ir ao Fórum

As temperaturas registradas durante o verão fizeram com que o Tribunal de Justiça tornasse facultativo o uso de terno e gravata para advogados, promotores, juízes e funcionários, nas dependências dos Fóruns. A medida vale para todo o Brasil e já conta com adeptos em Rio Preto. De acordo com o desembargador presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, José Renato Nalini, a medida será válida até 21 de março - segundo dia do outono. Os ternos e gravatas serão obrigatórios somente durante a participação em audiências.


Mesmo com a suspensão do terno, os homens terão que usar calça e camisa social. Já as mulheres, segundo o comunicado, devem optar por "trajes adequados e compatíveis com o decoro judicial". O advogado Luis Fernando Pereira da Silva, 42 anos, já tem o costume de não usar terno durante as vezes que vai ao Fórum de Rio Preto. "Não acho que a roupa diz algo sobre o trabalho. Isso é uma formalidade que foi estipulada muito antigamente, que se mantêm até hoje. Acho que deveria ser suspendido o terno durante as audiências também. Os advogados podiam ficar só de camisa, a calça e a gravata."


As advogadas Jordana Maira Olivi Douradinho, 24 anos, e Marcela Guizellini Espinha, 26 anos, optam por vestidos, na altura do joelho, para driblar o calor. "Por ser mulher, nós conseguimos fugir da camisa e calça social, mas não podemos perder a compostura também. Afinal, já sofremos preconceito no meio, por ser mulher", afirma Marcela. Em algumas audiências, Jordana usa terninho. "Como é praticamente uma tradição, eu uso terno dependendo da audiência. Mas no restante do meu trabalho, prefiro vestidos e saias."


Para o advogado Gaber Lopes, os colegas de profissão poderiam recorrer às becas, para driblar o calor. "Eu uso traje completo constantemente, mas a beca seria uma ótima opção, já que o advogado poderia colocar uma roupa mais fresca por baixo, como uma camiseta." Já o advogado Ruben Tedeschi Rodrigues não dispensa o terno e a gravata. "O traje completo não deve ser usado somente com despacho com juiz ou audiência, mas em encontros empresariais também. É um sinal de respeito diante da situação", diz.

Guilherme Baffi As advogadas Marcela e Jordana escolheram roupas discretas

Linhão e algodão são boas pedidasA escolha dos tecidos e das cores ajuda a driblar o calor que, esta semana, deve chegar aos 35 graus, em Rio Preto. Mas é necessário atenção para não exagerar nos looks e fugir do "decoro judicial", como pede o comunicado do Diário de Justiça. De acordo com a produtora de moda da Revista Vida&Arte, Cora Soares, o linhão é a aposta da vez e uma ótima escolha para advogados. "É tão fresco quanto o linho tradicional, mas não amassa tanto. Os tecidos de algodão também são indicados para driblar o calor."É preciso ainda pensar nas cores. "Tanto os homens quanto as mulheres deve escolher tons fechados, na cartela do marrom, cinza e neutro. As mulheres devem evitar transparência também." A produtora dá dicas para as advogadas. "As mulheres devem usar saias tipo lápis ou secretária, vestidos na altura do joelho e abusar da padronagem (estampa) das blusas. O decote deve ser sempre discreto.">> Leia aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso