Diário da Região

20/10/2009 - 02h12min

Violência

Roubos batem recorde no final de semana

Violência

Carlos Chimba O atendente J.B.J., 26 anos, que ficou sem a motocicleta
O atendente J.B.J., 26 anos, que ficou sem a motocicleta

Rio Preto registrou recorde de roubos neste último final de semana. Segundo a polícia, foram 11 assaltos entre as 11h15 de sábado e 23h de domingo. Até então, o final de semana com mais crimes contra o patrimônio havia sido em março, com um total de nove ocorrências do gênero. Do total de 11 assaltos no final de semana, dois foram praticados contra motoristas do Circular Santa Luzia na tarde de sábado e noite de domingo. Outros sete roubos foram de veículos. em diversos bairros. Um pedestre e um comerciante também foram vítimas da ação dos bandidos. Na madrugada de domingo, três homens foram mantidos reféns por dois homens durante quase meia hora. Eles foram abordados no estacionamento da Biblioteca Municipal por quatro pessoas.


Duas delas armadas entraram no carro das vítimas e as obrigaram seguir pelas ruas da cidade. Meia hora depois eles foram abandonados em um matagal na Vila Elmaz. O atendente J.B.J., 26 anos, foi uma das vítimas do final de semana violento em Rio Preto. Ele pilotava uma motocicleta pela rua Marechal Deodoro, quando na esquina com a Dom Pedro 1º, na Boa Vista, foi abordado por dois homens ocupando uma moto 125 CG, preta. A vítima conta que tentou reagir e evitar o assalto, mas o garupa apontou a arma em sua direção e o ameaçou de morte. Ele teve que descer e entregar o veículo.


O cabeleireiro P.R.M.S., 23 anos, foi ameaçado de morte com um estilete e obrigado a entregar celular, uma mochila com R$ 80 e também uma corrente de prata, na manhã de sábado. Ele foi abordado por um bandido na rua Ipiranga, esquina com a rua Tiradentes, quando usava um telefone público. O pedreiro V.C.S., 30 anos, também foi vítima. Ele foi rendido pelo ladrão na noite de sábado, quando chegava em sua casa, no Eldorado, zona norte. “Eu abria o portão quando o ladrão apareceu armado e mandou eu entregar a moto, caso contrário iria me matar.”


PM


Em nota, o porta-voz do Comando de Policiamento do Interior-5, capitão Nedson Farley Nobre, disse que a PM está atenta ao aumento da criminalidade em Rio Preto e tem procurado otimizar os programas de policiamento.

   

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso