Diário da Região

16/02/2003 - 00h22min

Manifestação

Rio-pretense marcha por paz no Iraque

Manifestação

Renata Fernandes Câmara Municipal e entidades rio-pretenses mobilizaram a população
Câmara Municipal e entidades rio-pretenses mobilizaram a população
Em um dia marcado pelas manifestações antibélicas em todo o mundo, Rio Preto teve ontem a sua marcha silenciosa em protesto contra uma possível guerra no Iraque. O movimento foi promovido pela Câmara Municipal. Batizada de “Rio Preto Pede Paz”, a passeata teve a participação de 300 pessoas, segundo estimativas da PM. Durante a marcha, começou a chover, o que pode ter atrapalhado o público. O número de assinaturas recolhidas pelos manifestantes, no entanto, foi bem maior. Mais de 1,2 mil pessoas endossaram um documento de repúdio contra a guerra, que será enviado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 57 anos, ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e ao Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília.

A concentração teve início às 9 horas, na praça Cívica, onde a banda da Polícia Militar executou o Hino Nacional e o toque de silêncio. A passeata foi prestigiada pelo prefeito Edinho Araújo (PPS), 53, vereadores e secretários municipais. “Rio Preto marcou sua posição. Temos de buscar a paz a todo o custo, pois com a globalização, o advento de uma guerra traz conseqüências imediatas a todos. Na economia, os que mais sofrem são os países em desenvolvimento, como o Brasil”, diz o prefeito, que não se importou em tomar chuva e seguiu até o ponto final do movimento. O presidente da Federação Palestina no Brasil, Hassan El-Emleh, 65, que reside em Rio Preto e também participou da marcha, afirma que todos devem se manifestar em favor da paz. “Participo da passeata não porque imagino que a guerra possa afetar a mim a ao meu povo, mas porque essa é uma guerra suja, que eu repudio. Sou palestino e conheço os horrores de uma guerra”, diz El-Emleh.

Entre as entidades que participaram do evento estavam a Associação Rio-pretense de Promoção do Menor (Arprom), Fundação Líbero Badaró de Ensino e Assistência Social e Cultural (Fulbeas) e o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp). Vestidos de branco e utilizando tarjas brancas nos braços, os manifestantes deixaram a praça Cívica rumo à rua General Glicério. No começo do trajeto, começou a chover. Pelo percurso inicial planejado pela comissão organizadora do “Rio Preto Pede Paz”, os manifestantes caminhariam até a rua Silva Jardim. Por causa da chuva, o traçado foi abreviado em um quarteirão, e da rua Jorge Tibiriçá os participantes seguiram para a praça Rui Barbosa, onde foi encerrada a marcha. Durante a finalização do movimento, foi lido um resumo do relatório que será enviado ao governo federal e à ONU, ressaltando o repúdio contra uma nova guerra no Golfo Pérsico. “Se a comunidade internacional acredita que o governo iraquiano seja tirano, existem caminhos pacíficos e legais para resolver o problema. Nossa caminhada de hoje serve para isso: deixar claro para todos que nós, rio-pretenses, queremos a paz”, diz o documento.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso