Diário da Região

06/09/2001 - 00h29min

Transtorno

Paralisação no ARE lota os hospitais do SUS

Transtorno

Elisandro Ascari Doentes a procuraram os hospitais credenciados pelo SUS
Doentes a procuraram os hospitais credenciados pelo SUS
A greve dos servidores federais da Saúde, que teve início há um mês em Rio Preto, tem provocado uma verdadeira corrida pelo atendimento nos hospitais credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Com o início da paralisação das atividades dos servidores no dia 8 de agosto, as cerca de 500 consultas diárias realizadas pelos médicos que prestam atendimento especializado no Ambulatório Regional de Especialidades (ARE) passaram a ser encaminhadas para hospitais como o Ielar, a Santa Casa e o Hospital de Base. Em conseqüência, o número de consultas médicas diárias realizadas pelos profissionais destas instituições de saúde praticamente dobrou e o tempo de espera dos pacientes é cada vez maior.

No Hospital Ielar, por exemplo, uma média de 25 consultas médicas nas áreas de cardiologia, neurologia e cirurgia geral eram registradas diariamente, apenas durante o período da manhã, no final do mês de julho. Já na manhã de ontem, 48 consultas foram realizadas, sem contar os retornos dos pacientes que realizaram uma primeira consulta no prazo máximo de 30 dias. De acordo com a coordenadora do hospital, Inês Claúdio Mendes, a grande procura por consultas especializadas tem levado o hospital a agendar algumas consultas, para impedir que a qualidade dos atendimentos seja prejudicada pelo grande volume de pacientes.

“A maior demanda é registrada na cardiologia. Nesta área, nós optamos por agendar as consultas de acordo com a disponibilidade do hospital, marcando os demais pacientes para o dia seguinte caso não haja vagas para o atendimento imediato”, conta Inês. Na Santa Casa o número de atendimentos tem sido mantido constante, por causa do sistema de cotas para atendimento via SUS de acordo com a especialidade. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, durante o mês de agosto foram registradas 902 consultas nas áreas de cardiologia, cirurgia plástica, hematologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia e urologia, encaminhados pelas UBSs da cidade.

Já no Hospital de Base, o agendamento para consultas continua a ser feito e pode demorar de três meses a um ano, de acordo com a especialidade procurada pelo paciente. Segundo a assessoria de imprensa do Hospital, todos os casos de urgência e emergência têm sido atendidos prontamente e as consultas marcadas de acordo com a disponibilidade. Segundo o diretor do ARE em Rio Preto, Pedro Teixeira, a precariedade provocada pela greve na unidade foi maior durante os primeiros dias, quando os pacientes que tinham consultas agendadas compareciam ao ambulatório e acabavam sendo dispensados por falta de médicos. “Atualmente, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) já estão encaminhando os pacientes diretamente para os hospitais, evitando que eles venham até o ARE e se deparem com a situação de greve”, explica o diretor.

O ARE possui 70 servidores federais da saúde entre os seus 183 funcionários. Deste total, 35 são médicos de diversas especialidades e os demais atuam nos setores de enfermagem e administrativo. Para passar pelo atendimento com os especialistas, o paciente tem que passar primeiro pelas UBSs, que verificam o quadro clínico do paciente e agendam as consultas necessárias. Além dos servidores do ARE, a greve também conta com a adesão dos servidores federais que atuam na UBS Central, que também mantém as atividades paralisadas. As principais reivindicação dos servidores da saúde são uma reposição salarial na faixa de 75%, referente a um período de sete anos sem aumento, melhores condições de trabalho e atendimento para a população.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso