X
X

Diário da Região

13/12/2017 - 10h58min

Raios, muitos raios

O perigo que vem do céu

Raios, muitos raios

Celso Leandro NULL
NULL

As enchentes não são mais as únicas preocupações dos rio-pretenses durante pancadas de chuva. Um outro perigo que vem do céu está causando mais riscos. O número de raios que caíram em Rio Preto subiu 75% neste ano em relação a 2014. São quase mil a mais. De janeiro até novembro foram registradas 2.324 descargas elétricas contra 1.336 do mesmo período do ano passado. Os dados são do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI).

Números que colocam a cidade entre as mais perigosas quando o assunto é descarga elétrica. Com essa marca, Rio Preto passa a ter 7,4 raios por quilômetro quadrado neste ano, índice considerado alto pelos pesquisadores do Elat. Os principais responsáveis por esse índice são a poluição e o aumento da população. “Nas grandes cidades brasileiras, os números de raios vêm crescendo e as tempestades ficando mais fortes devido à urbanização, à grande concentração de pessoas e à poluição. A urbanização cria algumas mudanças climáticas que permitem o ambiente favorável para as chuvas.

E como as áreas urbanas estão aumentando, a previsão é de que as tempestades sejam ainda mais frequentes”, explica Osmar Pinto Júnior, coordenador do Elat/Inpe. E os números que já são altos tendem a crescer. A um mês do início do verão, período marcado por fortes pancadas de chuva com raios, uma pesquisa inédita do Elat alerta para o aumento na incidência de tempestades e descargas elétricas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste durante a estação.

 

Arte - Saiba mais sobre raios - 20112015 Clique na imagem para ampliar

De acordo com o documento divulgado nesta terça-feira, dia 17, isso se deve ao fenômeno El Niño - alterações significativas de curta duração na distribuição da temperatura da superfície da água do Oceano Pacífico -, que deve ser o terceiro mais forte desde 1950. Por isso, especialistas reforçam a importância sobre os cuidados que devem ser tomados em dias de pancadas de chuva ou tempestades. Entre as principais orientações está a de sair da rua no momento de chuva forte com raios e trovoadas.

Dentro de casa, o ideal é não utilizar telefone com fio, ficar longe de tomadas, canos, janelas e portas metálicas, além de não tocar em aparelhos ligados à rede elétrica. Se estiver na rua, o melhor é ficar dentro de carros não conversíveis ou procurar algum abrigo, como casas e prédios. Dicas como essas servem para evitar acidentes como o que matou o rio-pretense Ricardo Ribeiro, de 45 anos. Ele morreu no último dia 25 atingido por um raio enquanto retirava barco de pesca, da água, no rio Grande, em Itapagipe (MG). Ribeiro, que estava na companhia de um amigo, foi surpreendido por uma tempestade enquanto pescava. Eles conseguiram chegar até a margem do rio, mas foram atingidos pela descarga elétrica já no barranco.

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso