X
X

Diário da Região

13/12/2017 - 10h28min

Eles desafiaram as estatísticas

No Dia da Consciência Negra, a histórias contra o racismo

Eles desafiaram as estatísticas

Guilherme Baffi Gustavo, médico: “Já senti paciente com desconfiança e até mesmo agressão verbal. Isso nunca me afetou”
Gustavo, médico: “Já senti paciente com desconfiança e até mesmo agressão verbal. Isso nunca me afetou”

Gustavo André Pinheiro é médico, percorre de Mirassol a Olímpia para atendimentos. Diego Mahfouz Faria Lima é de Rio Preto e está entre os diretores de escola mais respeitados do Brasil. Helena dos Santos Reis comanda mais de 2 mil policiais de 96 cidades da região. Todos são negros que desafiaram as estatísticas em um País historicamente racista.

Os índices da educação evidenciam as diferenças. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), dos 1,8 milhão de alunos nas universidades do Estado de São Paulo, 561 mil se declararam brancos e apenas 41,3 mil negros – 540 mil não declararam. O médico Gustavo André foi o único negro em sua turma, de 90 alunos, na Universidade de Uberaba. 

O pai, Rubens, é pedreiro, e a mãe, Fátima, professora. O casal não conseguiria pagar a mensalidade do curso, em torno de R$ 6 mil. Gustavo realizou o seu sonho por meio do Prouni, o Programa Universidade para Todos, do governo federal. A família tinha uma renda, na época, de um salário mínimo. “Minha formatura, principalmente para o meu pai que não teve estudo, foi bem gratificante”, recorda o médico. “Infelizmente, ainda há preconceito. As vezes velado. Mas já senti paciente com desconfiança e até mesmo agressão verbal. Isso nunca me afetou.”

 

Diego Mahfouz Faria Lima - 20112015 Diego eleito um dos dez melhores diretores de escola do país.

O gestor nota 10

Diego, diretor da escola Darcy Ribeiro, mudou a sua vida e a do bairro Santo Antônio, periferia da cidade, por meio da educação. Teve uma infância pobre, com dias em que a família só tinha fubá na panela, enquanto alimentava o sonho de ser juiz ou promotor. Perdeu a mãe, quando tinha 16 anos, vítima de câncer, e cursou o magistério “por acidente”. “Fui com uma amiga fazer a matrícula. Lá descobri que recebia um salário mínimo (R$ 150) quem cursava o extinto magistério e também fiz a minha inscrição”, conta Diego, hoje diretor do colégio Darcy Ribeiro, eleito entre os dez primeiros no prêmio “Educador Nota Dez”, promovido pela Fundação Victor Civita.

Diego assumiu a direção da escola em 2014, e deparou com cenário de guerra. Marcas de incêndio nas paredes e vasos sanitários tirados do banheiro pelos próprios alunos. Em seu primeiro ano de trabalho, convidou os pais, abriu a porta da escola para a comunidade e implantou uma série de atividades aos alunos. A evasão escolar caiu de 202 estudantes, em 2013, para dois alunos, em 2014. Entre suas prioridades, como diretor, está acabar com o preconceito. Nas assembleias entre alunos, pais e funcionários debatem a igualdade de gênero e raça.

“O número de gestores negros em qualquer área é muito baixo. Hoje, estou à frente de uma escola com cem funcionários e isso é muito gratificante”, disse o professor, que também cursou pedagogia através do Prouni e está finalizando o curso de direito. “Peguei gosto pela educação, fiz três pós, mas ainda não desisti da magistratura.”

 

Helena dos Santos Reis Coronel Helena, que comanda 2 mil policiais de 96 cidades da região

A coronel

A quarta mulher a chegar no posto mais alto da hierarquia da Polícia Militar paulista é uma rio-pretense e negra. Helena dos Santos Reis é quem comanda o policiamento na região e dá palestra sobre a visibilidade dos negros fora da música e do esporte. “É muito importante, especialmente para o jovem, ter exemplos de pessoas bem sucedidas em todas as áreas, demonstrando que é possível ‘vencer’, apesar dos obstáculos”, conta. “Pessoalmente, é a realização de um projeto de vida. Não estou nessa posição por obra do acaso ou de um sistema de cotas. Foram anos de estudo e esforço pessoal.”

 

 

 

Arte - famosos negros da história - 20112015 Clique na imagem para ampliar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso