X
X

Diário da Região

14/12/2017 - 20h12min

MOTORISTAS EM FUGA

Motoristas furam pedágio 10,6 mil vezes em um ano

MOTORISTAS EM FUGA

Edivaldo Santos/Arquivo Motoristas “fujões” podem pagar multa de R$ 195,23 e perder cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação
Motoristas “fujões” podem pagar multa de R$ 195,23 e perder cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação

O número de motoristas que “furam” o pedágio de Catiguá, na rodovia Washington Luís (SP-310) saltou de 5.807 em 2015 para 10.671 no ano passado, um aumento de 83,76%. Por dia, uma média de 29,2 condutores consegue passar pelo local sem pagar os R$ 14,60. Os dados foram obtidos pelo Diário por meio da Lei de Acesso à Informação junto à Artesp, agência regulatória de transportes de São Paulo. A praça é a terceira com valor mais alto de pedágio dentre as rodovias estaduais.

O condutor que não efetua o pagamento faz isso pela pista de cobrança automática, o pedagiamento eletrônico. A estratégia usada é se aproximar o máximo possível do carro à frente em velocidade acima do permitido (40 quilômetros por hora) e aproveitar o momento em que a cancela levanta para o primeiro carro e passar também, logo na sequência. Na praça de pedágio de Onda Verde, na BR-153, o crescimento entre 2015 e 2016 foi de 27,5% (saltou de 3.428 para 4.373).

Na mesma rodovia, em José Bonifácio 9,9% mais condutores deixaram de pagar os R$ 2,40 (motos) ou R$ 4,80 (carros e caminhões) da tarifa – uma elevação de 5.721 para 6.288. Thalita Godas, funcionária pública de 34 anos e moradora de Rio Preto, passa pelo pedágio de Catiguá semanalmente para visitar a mãe que mora em Pindorama. Ela considera o preço absurdo. “Existe outro caminho que passa por Termas de Ibirá, mas em Elisiário há um pedágio, só que com valor menor. Há muito fluxo de caminhão. Desde que mudei para cá, como vou só aos finais de semana, opto pela Washington”, diz. 

Paulo Scarpelini, empresário de 28 anos, passa duas vezes por dia pelo pedágio de Catiguá. Ele mora em Catanduva e trabalha em Rio Preto. Ele ainda não presenciou nenhuma cena de “fuga” e considera o valor caro. Gasta R$ 29,20 por dia, R$ 584 por mês – o mesmo que desembolsa com combustível. “Só é possível passar todo dia por lá se ofereço carona. No dia que estou sozinho, eu corto por Elisiário”, conta. Segundo ele, esta é a melhor rota. “Por Elisiário, gasto de 20 a 30 minutos a mais, sem contar que a pista simples piora tudo.”

 

Arte - Pedágio - 15032017 Clique na imagem para ampliar

Carlos Eduardo, 36 anos, administrador, também reclama do valor da tarifa. “Hoje estou pagando todo dia. De vez em quando, de fim de semana, quando estou com tempo passo por Termas de Ibirá e volto para a pista”, afirma. Para isso, ele gasta 15 minutos a mais.
Em nota, a AB Triângulo do Sol, concessionária do trecho da SP-310 que passa por Catiguá, disse que os casos de evasão são registrados por meio de câmeras instaladas nas cabines e pistas de rolamento automático. E que as imagens captadas pelas concessionárias são enviadas todos os dias para a Polícia Militar Rodoviária e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsáveis pelas medidas cabíveis contra os infratores. 

A concessionária diz que as multas e a fiscalização não cabem a ela e que um policial monitora, direto do controle operacional da Triângulo, as câmeras das praças. A concessionária disse que a tentativa de evasão pode provocar acidentes, e recomenda que o motorista siga regras como respeitar o limite máximo de 40 quilômetros por hora nas praças, manter distância de pelo menos 30 metros do veículo à frente e ter atenção aos freios. Se a cancela não abrir, o condutor deve aguardar as orientações de um funcionário e deixar o pisca alerta ligado. 

As concessionárias da BR-153 e da SP-310 e a Artesp lembraram que evasão de pedágio é considerada infração grave de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. O ato gera multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na carteira de habilitação. A Artesp disse em nota que, se a cancela não abre, o motorista freia bruscamente, não dando tempo para o motorista que vem logo atrás frear, provocando colisão. A entidade afirmou que, assim como as concessionárias, não tem poder de fiscalização. E que trabalho conjunto tem melhorado a sinalização do solo na aproximação das praças.

Sobre o pedágio de Catiguá, considerado alto pelos motoristas, a Artesp alegou que as rodovias do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo estão entre as mais modernas rodovias do país. “Somente no ano de 2015, a receita dos pedágios viabilizou R$ 4,7 bilhões em investimentos em obras, manutenção e operação nos 6,9 mil quilômetros de rodovias paulistas sob concessão. São investimentos realizados com a receita dos pedágios”, disse. Para a Artesp, com as fugas e perda de R$ 155,7 mil (considerando-se o número de evasões de 2016 e a tarifa de R$ 14,60) não há prejuízo à rodovia, pois o contrato de concessão prevê obras, manutenções e processos operacionais independentemente da receita.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso