Diário da Região

13/02/2004 - 22h10min

Perda

Morre o ex-vereador Normando Buzzini

Perda

Arquivo pessoal Normando foi o 1º vendedor de material esportivo da cidade
Normando foi o 1º vendedor de material esportivo da cidade
Morreu nesta sexta-feira, por volta das 17 horas, em Rio Preto, o ex-vereador e comerciante aposentado Normando Buzzini, 85 anos. Ele estava internado no Hospital Austa e passou por duas cirurgias. O enterro será amanhã, sábado, às 17 horas, no cemitério da Vila Ercília, onde está sendo realizado o velório. Viúvo há 10 anos de dona Inácia Pádua Buzzini, ele deixa os filhos Adelina (casada com Dorvair Costa e Silva), Elisabeth (mulher de Carlos Campos), Anabela (casada com Vanderley Púlice), Berenice (esposa de Otávio De Marchi), Rosângela (casada com José Roberto Paduan) e Antônio Buzzini Neto (casado com Patrícia Buzzini). Alegre e comunicativo, Normando tinha o apelido de ?Di?, desde a infância, dado por suas irmãs. Nasceu em Rio Preto, em 25 de maio de 1918, filho de Antônio e Adelina Alário Buzzini.

Foi um político benemerente, preocupado com a pobreza e norteado pela solidariedade. Como todos os integrantes da numerosa família Buzzini, gostava da vida caseira, sempre rodeado pelos seis filhos, 13 netos e dois bisnetos. Era irmão do diretor-presidente do Grupo Diário de Comunicação (GDC), doutor Norberto Buzzini, a quem acompanhou na campanha política para vereador e para prefeito, na dobradinha com o professor Octacílio de Almeida, em 1968, pelo MDB.

Normando Buzzini é considerado um dos fundadores do Palestra Esporte Clube, quando tinha apenas 13 anos, ao lado do italiano Bonfá Natale. O clube foi fundado em 15 de março de 1931. Ele era o sócio de número 9. Foi conselheiro do Palestra e jogador de futebol. Em 1953, integrava o time de futebol do Palestra, que se destacou também na natação e no basquete. É apontado também como pioneiro no comércio de material esportivo. Comerciante ativo por mais de 50 anos, ocupou o cargo de segundo tesoureiro da Associação Comercial e Industrial de Rio Preto (Acirp). Gostava de atuar na política, exercendo o cargo de vereador em três legislaturas: 1969/72, 1973/76 e 1977/82. Foi o primeiro vereador eleito pelo MDB, atual PMDB.

Durante as três legislaturas, fez campanhas filantrópicas para beneficiar pessoas carentes, inclusive de arrecadação de cadeiras de rodas, como lembra sua filha Elisabeth, dirigente de ensino aposentada. ?Ele nunca se esqueceu dos pobres, estava sempre envolvido em campanhas e doações. Além de tudo foi um pai exemplar, maravilhoso?, diz. Antônio Buzzini, o patriarca da família, falecido em 1995, foi sapateiro tradicional e comerciante na rua General Glicério e teve os filhos Norma, Normando, Noêmia, Noélia, Nondina, Norberto e Noraide.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso