Diário da Região

12/03/2010 - 02h04min

Suspeita

Meningite bacteriana leva adolescente à UTI

Suspeita

Rubens Cardia O jovem está internado na UTI do Hospital de Base de Rio Preto (foto)
O jovem está internado na UTI do Hospital de Base de Rio Preto (foto)

Uma jovem de 18 anos está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base de Rio Preto com suspeita de meningite bacteriana. Ela é moradora de Bady Bassitt e está em estado regular, de acordo com boletim médico divulgado ontem pela instituição. Outras duas pessoas estão internadas no HB com a doença. O caso mais grave é de um menino de sete anos, morador de Rio Preto, internado na UTI pediátrica há dez dias. Desde então, ele está entubado e respira com ajuda de aparelhos. “Ele precisou fazer uma cirurgia para colocar uma válvula. A doença é gravíssima e evolui de forma lenta. Mas temos fé em Deus que ele vai sair dessa. Estamos orando muito, diz a avó do garoto, V.S., 50 anos.


A outra vítima é de uma menina de 5 anos, moradora de José Bonifácio, internada há 25 dias. Ela teve diagnóstico positivo para meningite e passa bem. O infectologista Cláudio Campos afirma que, apesar da meningite ser uma doença típica de inverno, ela pode ser encontrada em qualquer época do ano. “As ocorrências prevalecem no tempo frio, mas acontecem nas outras estações também.”


Segundo ele, a doença é considerada grave. “A presença da bactéria no sistema nervoso central acaba provocando uma resposta imunológica muito forte, o que desestabiliza o organismo”, diz. Se a bactéria for bastante virulenta, a associação pode ser desastrosa. “As taxas de letalidade são altas.” A prevenção, de acordo com o infectologista, consiste em tratar de infecções que têm a mesma causa que a meningite, como sinusite aguda, otite e broncopneumonia. “Tais doenças, se não cuidadas, podem evoluir para uma meningite, devido à proximidade das estruturas”, diz. “Outra opção são as vacinas.”


Em Rio Preto, a Secretaria de Saúde registrou 14 casos de meningite viral, dois casos de meningite bacteriana e uma de meningite meningocócica, a forma mais grave da doença. Todas evoluíram para cura. Em 2009, foram confirmados 267 casos e seis óbitos.

   

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso