Diário da Região

22/03/2012 - 19h47min

Luto

Imunologista Voltarelli será enterrado em Cedral

Luto

Edson Silva / Folhapress Júlio César Voltarelli durante entrevista na USP em 2007
Júlio César Voltarelli durante entrevista na USP em 2007


Depois de ser velado na USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto, onde dedicou boa parte de sua vida à pesquisa, o corpo do imunologista Júlio César Voltarelli, referência no estudo de células-tronco no país, deixou no fim da tarde desta quinta-feira a capela do campus para ser enterrado em Cedral. Cedral, cidade onde Voltarelli nasceu em 1948, foi escolhida por ser onde está o jazigo da família do pesquisador, segundo a USP. Um ônibus repleto de coroas de flores levou as últimas homenagens de Ribeirão ao pesquisador para a despedida.


Voltarelli morreu na tarde de ontem, quarta-feira, em Blumenau (SC) aos 63 anos, após complicações no pós-operatório de um transplante de fígado. O médico imunologista foi professor titular da FMRP-USP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) e coordenador da Unidade de Transplante de Medula Óssea do HC (Hospital das Clínicas).


Repercussão


Médicos e a comunidade científica lamentaram a morte de Voltarelli. Isac Jorge Filho, conselheiro do Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), afirmou ter recebido a notícia da morte de Voltarelli com muita tristeza. "Voltarelli foi meu aluno de cursinho e se tornou um cientista muito importante no Brasil. Estou em choque", disse. Emocionado, afirmou que Voltarelli também era uma pessoa muito querida entre os médicos com os quais conviveu. "É uma perda irreparável", afirmou o coordenador da USP de Ribeirão, José Moacir Marin.


Ribeirão decreta luto pela morte de Júlio Voltarelli


A Prefeitura de Ribeirão Preto decretou luto de três dias pela morte do imunologista Júlio César Voltarelli. Um dos principais cientistas de células-tronco do Brasil, o médico morreu ontem em Blumenau (139 km de Florianópolis), aos 63 anos. Na última semana, ele havia sido submetido a um transplante de fígado no hospital Santa Isabel. Sua morte foi provocada por complicações pós-operatório, de acordo com a assessoria de imprensa do Hemocentro, ligado ao HC (Hospital das Clínicas) de Ribeirão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso