X
X

Diário da Região

14/12/2017 - 21h30min

Rio Preto

Farmácia Popular chega ao fim nesta sexta-feira

Rio Preto

A Farmácia Popular de Rio Preto encerra nesta sexta-feira, 30, suas atividades. A unidade que fica no terminal rodoviário deixará de atender porque o Ministério da Saúde decidiu parar de repassar recursos para o programa, com a justificativa que o dinheiro será melhor empregado, exclusivamente na compra de medicamentos, se for repassado diretamente para os municípios.

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto decidiu manter a farmácia em funcionamento para os moradores da cidade. Estarão disponíveis 183 substâncias, em diferentes concentrações, que fazem parte da Relação Nacional de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica.

A população da região, no entanto, será afetada. Quando o governo federal anunciou o fim do programa, em abril, a reportagem do Diário apurou que 530 pessoas passavam pelo local semanalmente. Qualquer pessoa com receita médica podia pegar medicamento na Farmácia Popular. Eram 76 substâncias mais o preservativo masculino que saíam de graça ou com 90% de desconto.

O programa Aqui Tem Farmácia Popular, parceria do governo federal com estabelecimentos privados, permanece. Rio Preto conta com 78 unidades conveniadas. São ofertados remédios gratuitos para asma, diabetes e hipertensão e o governo subsidia até 90% dos restantes. O paciente, no entanto, tem de pesquisar, pois as farmácias podem praticar os preços que desejarem. O programa também oferece menos remédios que o que está sendo encerrado - são 32 mais as fraldas geriátricas. 

De acordo com Aldenis Borim, assessor especial da Secretaria Municipal da Saúde, o objetivo é manter a farmácia de Rio Preto funcionando pelo menos até as 20h de segunda a sexta-feira e até as 12h aos sábados e domingos.

Em comunicado, a Prefeitura informa que a farmácia começará a funcionar dentro de 15 dias contados a partir de sexta. Todos os remédios são gratuitos e munícipes de qualquer bairro podem ter acesso, seja com receita da rede pública ou privada. É preciso ter registro na rede municipal de saúde. Quem ainda não possuir pode se cadastrar em alguma unidade básica de saúde (UBS).

Enquanto a unidade não é reaberta, os medicamentos estão disponíveis pelos programas Aqui Tem Farmácia Popular e Saúde não Tem Preço e também nas UBS.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso