Diário da Região

28/08/2010 - 01h15min

Região

Empresário da região escapa de prisão perpétua nos EUA

Região

Jornal A Tribuna Borborema Alaor do Carmo Oliveira Júnior e, no detalhe, Reynaldo Eid Júnior
Alaor do Carmo Oliveira Júnior e, no detalhe, Reynaldo Eid Júnior

O empresário Reynaldo Eid Júnior, de Novo Horizonte, que cumpria pena de prisão perpétua nos Estados Unidos, terá direito a um novo julgamento, que pode resultar em seu retorno ao Brasil. Ele e o carpinteiro Alaor do Carmo Oliveira Júnior, de Borborema, presos desde 24 de novembro de 2005, são acusados de manter em cativeiro uma brasileira e o filho dela e foram condenados por sequestro no dia 6 de março do ano passado. Os dois apelaram e a sentença foi anulada pelo Tribunal de Recurso do Estado da Califórnia. Uma nova audiência foi marcada para outubro.


“Agora a ansiedade toma conta. É muito difícil controlar a saudade. Mas acredito na inocência dele e espero que em breve esteja de volta”, diz Matheus Eid, 15 anos, filho do empresário, que vive em São Paulo com a mãe. Ele não vê o pai desde julho de 2005. Desde a prisão, não houve qualquer tipo de contato com o empresário, nem por carta. “Sei que meu pai se sente envergonhado pelo o que as pessoas pensam que ele fez. Então prefiro poupá-lo.” Uma nova audiência sobre o caso será marcada para outubro.


O empresário mudou-se para os Estados Unidos em 1996 e vivia em Nova York na ocasião da prisão. No Brasil, foi caminhoneiro, e nos Estados Unidos, segundo a família, conseguiu abrir uma empresa de transporte. Ele e o amigo cumprem pena na cidade de Coalinga, na Califórnia. Em uma audiência sem a presença dos acusados, por 2 votos a 1, os juízes admitiram erros no processo. Entre eles, falta de detalhes do suposto sequestro e perguntas incorretas feitas pela juíza da época. Com isso, a prisão perpétua foi anulada.


“A expectativa da saída é grande e acreditamos que ele ganhará a liberdade”, diz o irmão do empresário, o jornalista Luciano Eid, que mora em Novo Horizonte e também não fala com o irmão desde a prisão. Para se manter informado, Matheus troca emails com o ex-cônsul geral adjunto do Consulado de Los Angeles, atualmente cônsul em Zurique, Júlio Victor do Espírito Santo, que acompanhou o caso do pai. “Sem dúvida é um bom sinal. Agora temos de ver o que a promotoria fará”, disse o cônsul em uma das últimas mensagens.


A cabeleireira Mary Aparecida de Souza Oliveira, 50, casada com Oliveira Júnior desde 1979, conta que recebeu uma carta do marido anteontem, escrita antes da anulação da sentença. “Ele dizia que estava com o coração aflito mas tinha confiança em Deus que iria provar sua inocência.” O carpinteiro mudou-se para os EUA em 2000, para juntar dinheiro e formar os dois filhos. Com a prisão, Alaor Neto, 23, e Flávio, 30, abandonaram os estudos.


O caso


Os dois brasileiros se declaram inocentes e vítimas de armação. Eles transportavam passageiros e, em uma das viagens, levaram duas mulheres e um menino de 5 anos, de Goiânia (GO), que haviam entrado ilegalmente no país. Uma delas e o filho se encontrariam com o marido na Flórida. Depois de uma briga por causa de um pagamento, ela teria ligado para o marido e dito que estava presa. Acusados de sequestro e de cobrar US$ 18 mil pelo resgate.


Os brasileiros foram detidos em um posto de combustíveis na cidade de Costa Mesa, na Califórnia. A assessoria de imprensa do Itamaraty informou que acompanha o caso desde o início, mas disse que o órgão não comentará o andamento do processo dos brasileiros.


Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso