X
X

Diário da Região

13/12/2017 - 17h03min

Colecionador de cartões

Ele tem crédito para falar com Rio Preto inteira

Colecionador de cartões

Johnny Torres Os milhares de cartões são guardados com zelo pelo colecionador João Roberto Del Campo
Os milhares de cartões são guardados com zelo pelo colecionador João Roberto Del Campo

Aos 54 anos, João Roberto Del Campo não se lembra de ter utilizado um orelhão em toda a sua vida. O que é um contradição gigantesca, já tem em casa uma coleção de cartões telefônicos. São aproximadamente 27 mil unidades, amealhadas ao longo de 17 anos. Todas organizadas em fichários. "Nunca precisei usar. Mas tenho muito apreço por eles."

Se todos os cartões estivessem carregados, teria aproximadamente 810 mil unidades para falar pelo orelhão. O que seria equivalente a 1,6 milhão de minutos, ou 27 mil horas, ou 1.125 dias, ou três anos ao telefone. Cada um mede 8,5 centímetros de comprimento. Com tantos cartões, se enfileirasse todos preencheria um espaço de 2,3 quilômetros.

João é técnico em informática e também faz trabalhos de edição de audio e vídeo. A coleção começou depois de presente que recebeu de um amigo. Fã de Ayrton Senna, João ganhou seis cartões telefônicos do ídolo, em 1998. Viu que se tratava de uma série em homenagem ao piloto. Foi atrás dos outros seis cartões que completavam a coletânea. Até encontrar todos, conheceu muitos outros cartões e ficou interessado. Tornou-se colecionador.

Compras, trocas, feiras e presentes de amigos foram os meios que ele encontrou para aumentar a coleção. Chegou a fazer amizade com funcionários da Telesp para saber de novidades e onde encontrar bons cartões. Foi a cidades como Campinas, Caraguatatuba, Catanduva, Limeira, Rio de Janeiro e muitas outras atrás de raridades. Mas não chegou a fazer grandes loucuras. "O máximo que desembolsei em um cartão foram R$ 300."

Quando encontrava algum cartão diferente, pesquisava sobre ele. Se fizesse parte de uma série, partia em busca do restante da coletânea. Aos sábados, sempre ia a pontos de trocas para conseguir se livrar dos repetidos e aumentar a coleção. Também participou de muitos leilões online, em que arrematava raridades.

São muitos os destaques dentro da coleção. Tem uma série de 12 cartões que formam o rosto de Santos Dumont. Outra, de dez itens, forma a anatomia humana. Uma coletânea com carros antigos, com insetos e com brasões de famílias. E até o cartão que traz a foto do inventor dos cartões, o italiano Nelson Bardini. Tem cartões de todas as regiões do País. Alguns internacionais também. Como do Japão, que trazem imagens do país, e outros do Chile, que possuem chip.

Idolatria

Como todo brasileiro do início dos anos 1990, João era fascinado pelo piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna. Era tão fã que guardava todo tipo de material sobre o ídolo. Esteve presente em duas das vitórias dele no Brasil. "Fui ao Grande Prêmio do Brasil em 1990, 91, 92, 93 e 94. Depois da morte do Senna, ainda fui no de 1995 e no de 2000. Mas desanimei."

Cartão vai virar raridade

A popularização dos celulares acabou com a empolgação de todos os colecionadores de cartões telefônicos. Inclusive a de João. É que o aparelho substituiu o orelhão e a produção dos cartões diminuiu gradativamente. Há três anos, ele não consegue grandes novidades. Há algum tempo, precisando de dinheiro, João chegou ao extremo de colocar a coleção à venda. Anunciou em site e recebeu propostas, algumas bem curiosas. 

"Não me ofereceram muito dinheiro. Mas teve um homem que daria em troca 50 porcos. O que faria com eles?", conta dando risada. Acabou desistindo da venda. Hoje, nem pensa em se desfazer da coleção. Morre de ciúme dos cartões. "Como todo colecionador, não deixo ninguém ficar mexendo." Nem a mulher, Sueli, 55, com quem é casado há 30 anos. Nem os três filhos.

Como a coleção de cartões está parada, investe em uma nova: cédulas de dinheiro. Por enquanto, a maior parte é composta por dinheiro nacional. Em um fichário, organizou as cédulas em ordem cronológica. Iniciou a partir dos mil réis. Antes disso, é quase impossível, diz. "Dá para encontrar, mas são caríssimas. Chegam a custar R$ 10 mil, R$ 12 mil. Quanto mais antigas e mais conservadas, mais caras são." Coloca as cédulas na ordem e descreve o tipo. Deixou espaços no fichário para as que estão faltando.

 

Cartões Ayrton Senna Série em homenagem ao piloto Ayrton Senna, composta por 12 cartões. Foram os primeiros da coleção

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cartões variáveis Do alto para baixo: cartão com a foto do criador do sistema, o italiano Nelson Bardini; importado do Japão; protótipo dos primeiros cartões brasileiros; Impala 1967, que faz parte de uma série de carros antigos; besouro de chifre, de coletânea sobre insetos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>> Leia aqui o Diário da Região Digital

 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso