Diário da Região

28/05/2006 - 17h40min

Data cívica

Caminhada marca festejos da Revolução de 32

Data cívica

Sergio Menezes José de Camargo e Anoestre Antonio treinam para caminhada
José de Camargo e Anoestre Antonio treinam para caminhada
Cerca de 50 pessoas, entre elas dois rio-pretenses, começam amanhã a Caminhada 9 de Julho, para lembrar da Revolução de 32. A marcha de 825 quilômetros vai cruzar o Estado de oeste a leste. A partida será em Santa Fé do Sul, na divisa com Mato Grosso do Sul, que declarou apoio aos paulistas na ocasião.
Serão 41 dias de caminhada até a chegada a Cruzeiro, no Vale do Paraíba, em 9 de julho, onde foi negociado o fim do conflito. As prefeituras dos 55 municípios percorridos vão oferecer alojamento para os viajantes. Os participantes têm, em sua maioria, mais de 50 anos. A iniciativa tem por objetivo resgatar uma das principais datas cívicas do País. Segundo o presidente da ONG Cidadania Plena - responsável pela caminhada -, Roberto Gonçalves, 60 anos, uma pesquisa feita no Vale do Paraíba em janeiro deste ano revela que 80% dos jovens menores de 18 anos desconhecem a data. ?Os movimentos culturais estão desaparecendo. A data parece ter sido excluída da pauta de Educação.?

A Secretaria de Educação de Rio Preto, no entanto, afirma por meio da assessoria de imprensa que a data não é comemorada porque se situa no período de férias. Porém, a Secretaria garante que o dia 9 de julho está incluso nas disciplinas. ?A data é tema de trabalhos desenvolvidos em sala de aula.?
Afirmação idêntica é do supervisor de Ensino da rede estadual, Reinaldo Fernandes. ?As escolas são livres para comemorar a data da forma que acharem melhor. Há instituições que fazem até um ato de solenidade?, afirma.

Percurso
Por dia, os viajantes vão andar cerca de 30 quilômetros. Os rio-pretenses José de Camargo Filho, 74, e Anoestre Antonio Correa, 62, garantem estar em boa forma para encarar o desafio. ?Treinamos diariamente. Com certeza, será uma experiência muito prazerosa?, afirma o professor aposentado Camargo Filho. Ele é maratonista e diz ter perdido a conta de quantas medalhas já ganhou. ?Só sei que são mais de 200.? Para o metalúrgico aposentado Anoestre, participar desse evento é mais do que comemorar a Revolução de 1932. ?É uma forma de manter a qualidade de vida. Fazendo exercício, esquecemos dos vícios, dos problemas e incentivamos os mais jovens.?

Correa é meio-fundista e corre na categoria especial devido um problema nos membros inferiores. Faz seis anos que ele ingressou no esporte. ?Um amigo me incentivou e não parei mais?, afirma.
No início do trajeto, os viajantes passam por Rio Preto no dia 5 de junho. Será oferecido um jantar no Centro Regional de Eventos e alojamento no mesmo local. No dia seguinte, está programado um café-da-manhã seguido por um ato de solenidade. A cada cidade que eles passarem, um grupo de pessoas vai juntar-se aos viajantes e caminhar até o município seguinte. Em Rio Preto, 30 pessoas que fazem parte do grupo da Terceira Idade vão caminhar até Uchoa.

O maior confronto militar do séc. 20
No dia 9 de julho de 1932, há 74 anos, homens, mulheres, idosos e adolescentes invadiram as ruas da Capital e do Interior para lutar contra a ditadura que o presidente Getúlio Vargas impunha ao País e por uma Constituição que garantisse ao cidadão brasileiro o estado de Direito. Em 1997, a data foi oficializada como feriado em homenagem à Revolução Constitucionalista de 32. Para historiadores, esse é o maior confronto militar no Brasil no século 20.

Segundo a historiadora Nilce Lodi, após três meses de luta, os paulistas, que lutavam em menor número e quase sem armamentos, foram derrotados. Dois anos depois, Getúlio Vargas promulgou uma nova Constituição. Quatro estudantes paulistas morreram. As iniciais dos nomes Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, formam a sigla da Revolução Constitucionalista (MMDC). Cerca de 1,3 mil soldados inscritos na base de Rio Preto participaram das batalhas.

Homens que se alistaram em Rio Preto e morreram na Revolução:


:: Antônio Amaro, 41 anos.Ele era português de nascimento e traba

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso