X
X

Diário da Região

14/12/2017 - 20h05min

BUSCAS

Após saga, jaguatirica-bebê ganha um lugar para morar

BUSCAS

Divulgação Cristian de Oliveira segura filhote de jaguatirica após resgate
Cristian de Oliveira segura filhote de jaguatirica após resgate

Um filhote de jaguatirica mobilizou moradores de um sítio de Valentim Gentil, a Defesa Civil e a Polícia Ambiental de Votuporanga. Eles se uniram e após um trabalho que durou 24 horas conseguiram dar um novo lar ao pequeno mamífero que acabara de ficar órfão. O filhote foi encontrado na Fazenda Carmolar, em Valentim Gentil, no início da manhã desta quarta-feira, dia 1º. A jaguatirica estava sozinha em meio a uma plantação de seringueiras.

O morador chamou a Defesa Civil e começou então uma união de forças para dar a destinação correta ao animal. A jaguatirica foi monitorada durante todo o dia. “Estávamos na esperança de a mãe dela voltar. Então nossa orientação foi a de verificar se ela aparecia. Como não apareceu, tivemos de resgatá-la. Esse tipo de mamífero, quando filhote, precisa da mãe para sobreviver”, disse Cristian de Oliveira, da Defesa Civil de Valentim Gentil.

O animal foi recolhido por volta de 18h30 de quarta-feira. Durante o procedimento, ele chegou a morder o dedo de uma mulher que estava ajudando na captura. A vítima sofreu ferimentos leves. “A nossa suspeita é de que a jaguatirica vivia em uma mata nativa nas proximidades do local e que a mãe dela foi morta por moradores da região”, disse Oliveira. A jaguatirica foi levada para a Casa de Agricultura da cidade, onde foi examinada por um veterinário e depois levada para a Polícia Ambiental de Votuporanga. Na Polícia Ambiental, foi iniciada uma nova força-tarefa para achar um lar para o filhote. 

O primeiro contato foi no Bosque Municipal de Rio Preto e depois para em um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, em Assis, ambos sem sucesso. Os policiais chegaram a cogitar levá-la para o hospital veterinário da faculdade Unicastelo, em Fernandópolis, mas desistiram da ideia porque o animal não tinha ferimentos. Um terceiro contato foi feito no zoológico de Araçatuba, porém a transferência também não deu certo. Depois de pouco mais de 24 horas, o filhote finalmente conseguiu um novo lar. De acordo com a Polícia Ambiental de Votuporanga, ele foi encaminhado a um centro e reabilitação de Ilha Solteira, na manhã desta quinta-feira, dia 2.

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso