Diário da Região

16/02/2003 - 00h34min

Ortopedia

A dor, analisada e tratada do ponto de vista da acupuntura

Ortopedia

Renata Fernandes O ortopedista e acupuntor Francisco Cesar Quintana
O ortopedista e acupuntor Francisco Cesar Quintana
Acupuntura, técnica chinesa de tratamento dos mais variados tipos de doenças, enxerga a dor como uma dificuldade de circulação da energia interna de cada indivíduo. Esse desequilíbrio energético é provocado pelo meio ambiente, por emoções retidas, estresse, fadiga e alimentação desregrada, entre outros fatores internos e externos. Para aliviar o sofrimento do paciente, a técnica é realizada de forma a “desbloquear” essa energia interna, induzindo-a a circular de maneira mais livre, como no estágio anterior ao aparecimento da dor. Circulando normalmente, essa energia trabalha repondo as perdas do organismo e aliviando as áreas doloridas. O desbloqueio energético é realizado pelas agulhas de acupuntura, extra finas, introduzidas em pontos específicos da pele.

Esses pontos de acupuntura baseiam-se em preceitos milenares estruturados pela medicina chinesa. “O reconhecimento dos canais de energia do corpo e dos pontos de acupuntura não foi um mero achado experimental. Obedece aos critérios de alto/baixo, profundo/superficial, direito/esquerdo e energia positiva/energia negativa da medicina chinesa, utilizando os pontos situados ao redor e distantes do local da dor”, afirma o ortopedista Francisco Cesar Quintana. Além de fazer a energia interna se movimentar nos chamados “canais de energia” do corpo, as agulhas colaboram para a eliminação de “energias perversas”, como são denominados o calor, o vento, a secura, o frio e a umidade em excesso. As energias perversas acabam penetrando nos canais de energia, bloqueando o movimento energético principalmente nas articulações.

Energia positiva e negativa
A dor é uma das manifestações clínicas mais freqüentes da dificuldade de circulação da energia interna, ao lado do mau funcionamento de órgãos, vísceras e tecidos. Pode ser explicada ainda, na medicina chinesa, como o resultado de uma maior concentração, no organismo, de energia positiva (representada pelo calor, pressão, compressão ou atrito), por um lado, ou energia negativa (frio e umidade), por outro. “É preciso entender que a energia negativa não significa, aqui, algo ruim. Na verdade, as duas energias - positiva e negativa - são complementares, não existindo uma sem a outra. O ideal é o equilíbrio entre as duas”, explica. Essa maior concentração energética acaba por estimular os receptores de dor espalhados pelo corpo. “Os receptores de dor são terminações nervosas livres com a função de receber diferentes tipos de estímulo - mecânicos, térmicos e químicos”, explica.

Diante de um quadro de dor, cabe ao acupuntor, antes de dar início ao tratamento com as agulhas, realizar uma cuidadosa investigação diagnóstica. Exames clínico e laboratoriais são importantes para que se possa identificar doenças orgânicas que podem necessitar de outros tipos de tratamento. “A técnica de aplicação das agulhas deve ser encarada como um recurso médico e somente exercida por especialistas formados. Além de médicos, veterinários e dentistas podem ser especializados na área e utilizar a acupuntura em suas áreas de atuação”, explica Quintana.

Fonte:
>> Francisco Cesar Quintana - Ortopedista e acupuntor - Fone: (17) 227-2121

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso