X
X

Diário da Região

16/11/2016 - 14h52min

ATACAMA ARGENTINO

Motociclistas rio-pretenses enfrentam a aridez do deserto argentino

ATACAMA ARGENTINO

NULL NULL
NULL

"Por que escalar o monte Evereste?", pergunta na tenda do acampamento-base o jornalista Jon Krakauer (Michael Kelly). "Porque ele está lá!", respondem em uníssono ensaiado os alpinistas amadores e profissionais que formam o grande elenco de Evereste. É uma resposta evasiva mas muito justa: como resumir em palavras o anseio instintivo que move as pessoas contra as maiores forças da natureza? Quem diz que "porque sim não é resposta" não entende que certas coisas não se racionalizam, explica o crítico Marcelo Hessel.

Por que rodar de moto pelo deserto do Atacama Argentino?  A resposta de Fábio Guedes e André Carrazzone certamente é: porque está lá. Os dois saíram de Rio Preto no dia 24 de outubro e foram com suas Yamaha SuperTenerés 1200 até a região Sudoeste de Salta, conhecida como Puna do Atacama, na região andina do norte da Argentina divisa com o Chile. Foram dez dias de viagem, onde a média de altitude é das mais altas de toda Cordilheira dos Andes. Rodaram de moto em altitudes de 4.500 e 5.000 metros. 

“A viagem exigiu um esforço muito grande. Em alguns momentos, a altitude e a escassez de oxigênio fizeram a gente passar mal. Mas a beleza do lugar compensa”, declarou André Carrazzone. 

A Puna do Atacama, sob aspecto ambiental, caracteriza-se por reunir as condições climáticas mais severas dos Andes no que se refere à aridez. O solo é extremamente salitrado e chove pouco na região, sendo considerada uma das regiões mais estéreis do planeta. Em sua parte ocidental a Puna é muito seca, com precipitação anual inferior a 100 mm, sendo por isso chamada puna desértica. Na verdade é o Deserto do Atacama. 

André e Fábio rodaram 6.000 quilômetros. “Passamos por Foz do Iguaçu, Corrientes e Salta”, informa André. Com uma média diária de 700 a 900 quilômetros, a situação mudou no Atacama Argentino. “Teve dia que rodamos 290 quilômetros em 12 horas. Além do piso salitroso, o sol queima pra valer, o vento sopra forte e a temperatura do deserto cai.”

A região de Puna é formada por grandes salinas. Os dois motociclistas de Rio Preto passaram por cinco delas. Percorreram as regiões de Tolar Grande e Antofalla, Antofagasta dela Sierra. “As paisagens são incríveis. O azul celeste do céu se confunde com o branco luminoso das Salinas. As piscinas azul turquesa são verdadeiros oásis no meio do caminho.”

André e Fábio gastaram R$ 2.500 cada com as despesas da viagem. “É uma aventura sem luxo. Hotéis, restaurante e pousadas simples. Muitas pousadas pertencem às Prefeituras e não cobram a diária dos viajantes. “Quando se faz uma viagem dessa a gente sempre calcula US$ 100 por dia. Conseguimos fazer abaixo desse valor.”

André disse que essa foi a primeira parte da aventura. A próxima viagem é para Santa Catalina, na divisa da Bolívia com o Chile. A última etapa será em Fiambalá, na província de Catamarca, na Argentina. 

Mais fotos no Flickr: www.flickr.com/photos/andrecneto 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso