X
X

Diário da Região

29/08/2016 - 18h07min

Documentário

Aventureiro rio-pretense vai até o Oiapoque de moto

Documentário

O motociclista rio-pretense Ridley Bruno vai subir na sua Yamaha SuperTénéré 1200, rodar 7 mil quilômetros até chegar ao Oiapoque/Amapá, extremo norte do País. Se o tempo ajudar, serão 16 dias por estradas asfaltadas, chão batido e barco. Ao final, será produzido um documentário. 

No caminho, Chapada dos Veadeiros/GO, Ilha de Marajó/PA e Macapá/AP. A viagem, na realidade, começa em Jaguaruna/SC. “Recebi um convite de um amigo para essa aventura.” 

Bruno parte de Rio Preto e vai se encontrar com o amigo Valfrido Filho, em Belém/PA. O amigo vai rodar 12 mil quilômetros numa Yamaha XT660, saindo de Jaguaruna. Mas engana-se quem acha que Bruno vai sozinho até Belém. Dois amigos rio-pretenses, proprietários de big trails, vão acompanhá-lo de Rio Preto até a Chapada dos Veadeiros. “Daqui até lá, são 900 quilômetros. Faremos num único dia. No dia seguinte, continuo a viagem e eles voltam”, conta.

Bruno sai de Rio Preto, no próximo dia 15 de setembro. Para encarar uma empreitada dessas, ele faz algumas recomendações. A principal é estar preparado fisicamente. “Mudar a alimentação também é muito importante. Ao longo do caminho, vamos procurar nos alimentar apenas de comidas leves, o que já venho fazendo há um mês.”

Pelos cálculos de Bruno, eles deverão rodar 1.200 quilômetros em chão batido, principalmente na Amazônia. Ele pretende gastar R$ 1.500 de combustível, mais alimentação e hospedagem. “Numa viagem como essa, ninguém está em busca de luxo. A hospedagem é simples, geralmente, hotéis de beira de estrada, hotéis de viajantes.” Para as emergências, eles estão levando barraca e até fogão. 
Apesar da experiência – Bruno já vez uma série de viagens pela América do Sul –, a expectativa é grande. “O que mais me motivou a embarcar nessa aventura é a possibilidade de conhecer Belém/PA, terra dos meus pais. Vou ficar três dias na cidade.”

 

Documentário

Um dos objetivos da viagem é produzir um documentário. Bruno e Valfrido percorrerão as 16 cidades do Amapá. Tudo por estrada de terra. “Temos poucas informações do Amapá, um Estado do qual não se fala. A ideia é produzir um documentário, mostrando a realidade daquela ponta do País.” Entre os locais que pretendem visitar, está o Marco Zero, um monumento localizado na cidade de Macapá, capital do Amapá. Construído junto ao Estádio Milton Corrêa para marcar a passagem exata da Linha do Equador em Macapá, o Marco Zero tornou-se um dos mais importantes pontos turísticos da capital do meio mundo. Outro local que será visitado é a Baía do Oiapoque.

Outras viagens
Esta não é a única viagem de Bruno, em 2016. Em fevereiro, ele e o motociclista rio-pretense Eduardo Bulgarelli foram até o Ushuaia, na Patagônia Argentina, capital da Província da Terra do Fogo. A cidade é conhecida como “La ciudad más austral del mundo”  (A cidade mais austral do mundo) ou “La ciudad del Fin del Mundo”  (A cidade do Fim do Mundo).

Antes, ele já havia viajado de moto para Machu Picchu/Peru e visitado as Linhas de Nazca/Peru. Também viajou para São Pedro de Atacama/Chile, Santiago/Chile e El Calafete, cidade mais próxima do Parque Nacional Los Glaciares, onde está localizada a maior geleira em extensão horizontal do mundo: o Glaciar Perito Moreno. A geleira está em constantemente em evolução, com a diminuição de sua área devido ao aquecimento global. 

Iron Butt
Como o próprio nome diz, Iron Butt ou bunda de ferro é uma certificação emitida pela Iron Butt Association aos motociclistas que passam por uma prova de regularidade durante um período determinado. Bruno já passou por várias provas da Iron Butt, inclusive, em uma delas, seu filho Felipe, de 12 anos, o acompanhou.

Bruno já cumpriu a SaddleSore 1000, onde o motociclista percorre 1 mil milhas ou 1.600 quilômetros, em 24 horas, e até mesmo a Bun Burner 2.500K GOLD, onde são percorridos 2.500 quilômetros em 24 horas. Esta última só seis motociclistas brasileiros realizaram até hoje. Entre eles, dois rio-pretenses: o próprio Bruno e André Carrazzone. 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso