X
X

Diário da Região

14/09/2016 - 00h00min

Painel de Ideias

Choque de gerações

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

Não estamos na era das mudanças. A mudança é esta era. Elas acontecem o tempo inteiro. A maioria delas nem percebemos. O mais marcante fenômeno decorrente destas mudanças é o aumento da distância entre as gerações.

A diferença entre a minha geração e as gerações anteriores é muito menor do que a diferença entre a minha geração e as que me sucederam. Nota-se claramente isso no sistema educacional.

Antes era uma honra ser professor. Impunham-se pelo respeito. Hoje precisam ser “um amor”. Cada vez menos pessoas se dispõem a desempenhar papel tão importante na sociedade. Lembro-me de escutar quando criança de pais falando para professores algo do tipo: “Se ele fizer bagunça apanha em casa”. Hoje, se um professor pedir silêncio na sala corre o risco de virar meme (piada) no Facebook. O que antes representaria uma reprimenda do professor por alguma tarefa não realizada hoje significa a opressão de um “ditador”. Antes, os professores detinham o conhecimento. Hoje, tudo o que é dito é escrutinado no Google.

Os mais velhos hoje dão passagem aos mais novos senão serão atropelados sem dó. A rua foi trocada pelo videogame. Jovens só voltaram às ruas para caçar Pokémons. Falar palavrões, que era uma característica das pessoas mal-educadas, hoje virou forma de comunicação e instrumento de inclusão social (sic).

A música mudou. Melodia virou barulho. Letras que eram verdadeiras poesias transformaram-se em um monte de frases desconexas à guisa de promover manifestações culturais. Para ser cantor precisava ter ritmo ou de preferência um baita dum vozeirão. Para mulheres, além da graça, a afinação. Hoje não precisa cantar, basta falar... E amigos sempre brincam comigo porque acredito que o mundo nunca mais foi o mesmo depois que o Tim Maia morreu.

Enquanto fomos jovens, a maior transgressão seria achar o mundo dos mais velhos um lugar muito chato. Hoje isso não acontece já que os jovens acreditam de verdade que o mundo começou no dia em que nasceram.

Quando mandavam, os mais velhos queixavam-se dos jovens e pronto! Hoje quem se queixa dos jovens é velho mesmo. Quando jovem, nos adaptamos aos mais velhos. Agora mais velhos, temos que nos adaptar aos jovens. Afinal, a regra natural da sobrevivência tem a ver com capacidade do ser vivo de se adaptar.

No fim das contas, acho que os jovens vão melhorando a cada geração. A comparação entre gerações, embora inevitável, é inadequada. Mais do que analisar se eles são melhores ou piores, não podemos nos esquecer de que eles são, acima de tudo, diferentes.

Você desconfia que está ficando velho quando cada vez que te contam algum fato ou acontecimento você sempre tem uma história semelhante para contar. Pois bem, você tem absoluta certeza de que está velho quando você conta sempre a mesma história. Pra tudo!

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso