Impresso
Rádio
X

Diário da Região

28/05/2015 - 08h00min

Acabou o desejo?

Acabou o desejo?

Acabou o desejo?

google imagens A intimidade emocional é o impulso legítimo para o desejo sexual
A intimidade emocional é o impulso legítimo para o desejo sexual

Sabemos que a satisfação em estar com o outro sensibiliza o desejo sexual. O contato com a pele e a intimidade trazem conforto, dissipam dúvidas e reforçam laços. Sexo sempre diz mais do que palavras em um relacionamento. Outro fator fortemente ligado à distancia pessoal entre quem somos e nossos desejos mais íntimos está relacionada ao nosso modo de viver. Retratado em 1970 brilhantemente por Jean Luc Godard, o filme “Duas ou Tres Coisas Que Eu Sei Dela” tem na prostituição a metáfora central para a nossa cultura capitalista: Capaz de transformar o corpo em uma alienação, uma mercadoria, e fazer do sexo objeto de troca, coisificando aquilo que temos de mais pessoal e vibrante, o ato sexual. Se o sentimento de abandono, desdém, crítica à forma de sentir e agir estiverem fortemente presentes na relação, a depressão da libido não demora a chegar, vale para homens e mulheres. 

Nas mulheres com problemas de desejo os estudiosos encontraram níveis baixos de fantasia, enquanto nos homens com distúrbios o nível de fantasia sexual era bastante elevado, e ansiógeno. Para a psicoterapia clinica são as dificuldades do relacionamento, fortemente reforçados pela educação sexual recebida na infância, aliada a padrões negativos de pensamento, crenças erradas ou pejorativas ligadas ao sexo e uma imagem corporal negativa as maiores causas dos distúrbios. São as divergências e o mal estar da relação os maiores estressores!

Nacional

  • Rio Preto e região
  • Economize
  • Empregos
  • Cuide bem do seu dinheiro
  • ESPORTES
  • CULTURA
  • Esqueci minha senha
    Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

    Já sou assinante

    Para continuar lendo esta matéria,
    faça seu login de acesso:

    É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
    É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

    Assine o Diário da Região Digital

    Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

    Assine agora

    Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
    OUTROS PACOTES


    ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2

  • Casa
  • Carreira
  • Comportamento
  • Classitudo
  • +SEÇÕES
  • Bem-Vindo ao Diário da Região

  • 28/05/2015 - 08h00min

    Acabou o desejo?

    Acabou o desejo?

    Acabou o desejo?

    google imagens A intimidade emocional é o impulso legítimo para o desejo sexual
    A intimidade emocional é o impulso legítimo para o desejo sexual

    Sabemos que a satisfação em estar com o outro sensibiliza o desejo sexual. O contato com a pele e a intimidade trazem conforto, dissipam dúvidas e reforçam laços. Sexo sempre diz mais do que palavras em um relacionamento. Outro fator fortemente ligado à distancia pessoal entre quem somos e nossos desejos mais íntimos está relacionada ao nosso modo de viver. Retratado em 1970 brilhantemente por Jean Luc Godard, o filme “Duas ou Tres Coisas Que Eu Sei Dela” tem na prostituição a metáfora central para a nossa cultura capitalista: Capaz de transformar o corpo em uma alienação, uma mercadoria, e fazer do sexo objeto de troca, coisificando aquilo que temos de mais pessoal e vibrante, o ato sexual. Se o sentimento de abandono, desdém, crítica à forma de sentir e agir estiverem fortemente presentes na relação, a depressão da libido não demora a chegar, vale para homens e mulheres. 

    Nas mulheres com problemas de desejo os estudiosos encontraram níveis baixos de fantasia, enquanto nos homens com distúrbios o nível de fantasia sexual era bastante elevado, e ansiógeno. Para a psicoterapia clinica são as dificuldades do relacionamento, fortemente reforçados pela educação sexual recebida na infância, aliada a padrões negativos de pensamento, crenças erradas ou pejorativas ligadas ao sexo e uma imagem corporal negativa as maiores causas dos distúrbios. São as divergências e o mal estar da relação os maiores estressores!

    O tratamento? Compatibilidade intelectual e entrosamento. O que o outro pensa e precisa, como gosta de ser tratado e suas preferências para a relação... A intimidade emocional é o impulso legítimo para o desejo sexual.

     

    Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

    Di´rio Im&ocute;veis

    Di´rio Motors

    Esqueci minha senha
    Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.
    Cadastro Grátis
    Diário da Região
    Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
    Sexo
    Defina seus dados de acesso