X
X

Diário da Região

27/10/2016 - 21h25min

LANÇAMENTO

Lady Gaga, o country, e a delícia de ser o que se é

LANÇAMENTO

Reprodução NULL
NULL
Lady Gada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Joanne
Lady Gaga
2016
Ouça

Depois de muito ouvir, muito acompanhar os comentários fofos a respeito dele nas redes sociais (os memes cheios de criatividade) e refletir sobre a trajetória dessa figura, que, para mim, redefiniu o significado do pop, dando-lhe um sentido coerente e instigante para o nosso tempo, eis que digo: Joanne, o último CD da Lady Gaga, é ótimo!

Uma semana antes de lançar o tal disco de ‘música sertaneja’ – que não sei por que, diabos, os monstrinhos brasileiros encanaram de bater nessa tecla por conta de um punhado de faixas de pegada country num universo alargado de referências –, Gaga disse o seguinte numa entrevista: “Fama é tão alienante e tóxica para o processo criativo para mim, porque preciso de conexão humana para escrever músicas. Se eu vou a um bar ou ao supermercado ou onde quer que seja, tento falar com alguém e o tempo todo eles estão gritando ou tentando tirar uma foto; não consigo conhecê-los.”

Não posso dizer que Gaga foi picada pelo próprio veneno, até porque ela é uma figura intelectualmente lúcida para entender as consequências de seus gestos ao tornar sua atitude tão relevante quanto sua música e que, ao se deparar com a ‘monstruosidade’ que estava criando, decidiu buscar refúgio naquilo que tem de bom (e bota bom nisso): sua voz. Lady Gaga é uma cantora vigorosa, no auge de sua voz, e é por isso que foi convidada para integrar o panteão de divas que ‘duetaram’ com Tony Bennett (Amy Winehouse, para mim, é a mais memorável).

Lady Gaga é (ou melhor, foi) o David Bowie da era digital, uma comunicadora por excelência. Soube como poucos conceber um conteúdo interessante para os olhos ligeiros dessa geração, mas que agora quer apenas é fazer sua música e ponto. Sua fase Monster foi uma espécie de ‘tutorial para ser visto na era digital’, que vai além de ensinamentos para gente da música pop, mas que agora não faz sentido de sê-lo porque ela se mostra capaz de ser muito mais do que uma mera cópia da Madonna, da Britney, da Beyoncé ou de qualquer outra que tenha pintado antes dela.

E olha que Joanne tem aquele perfume pop que Gaga sempre exalou, mas traz o tesão de uma artista que quer cantar o que lhe dá prazer, de passear pela cultura musical de sua terra, de mostrar o vigor de sua voz, e de se fazer prazerosa tanto pra sijogar numa pista como pra fazer um sexo gostoso no meio do pasto da fazenda numa noite estrelada (acho que tô carente). Basta o sentido que você dá pra coisa. E o sentido que deram pra Gaga Monster foi de uma mera selfie, de um pedaço de carne que ela mesma vestiu pra chamar a atenção dos nossos olhinhos que trocam de foto a cada segundo no Instagram.

Em tempo. A música mais tesuda desse disco, que ainda não sei se vai entrar pra minha listinha de melhores de 2016, é Hey Girl. E ainda com a Florence Welch. Para tudo e chama a Nasa! Duas vozes poderosamente lindas num soul gostoso e cheio de charme. Pra mim lacrou. Esquece Barretos, festa do peão. Esquece Poker Face e tudo mais. É Bor This Way. Nasceu e ponto. Sou e ponto.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso