X
X

Diário da Região

Blogs
Do outro lado


Só lembrança
sexta-feira, 02/10/15, às 10:01, por
Compartilhe

Tive a gratidão de trabalhar com o jornalista Mateus Camargo em sua segunda passagem pelo Diário, em 2012. Da nossa parceria, resultaram algumas matérias que, de tão despretensiosas, nos lembramos até hoje com certo saudosismo e chegamos a nos orgulhar.

Houve uma edição em que dedicamos página inteira a uma reportagem sobre dentes de ouro - para mim, puro contentamento, em razão da riqueza das histórias que surgiam no decorrer da apuração. Uma delas, vivida pelo Anderson, que trabalhava como porteiro do prédio onde eu morava na época.

Aos 9 anos de idade, ele adorava passar o tempo com os irmãos a observar o sono do avô, seu Joaquim, morto em 1984, aos 66 anos.

Com dois dentes de ouro, quando pegava no sono depois do almoço, em alguns momentos seu Joaquim chegava a abrir a boca enquanto roncava. Era, então, a hora da molecada correr para matar a curiosidade e admirar os dentes dourados do avô.

O sono de seu Joaquim era conduzido pela cadeira de balanço, o que tornava mais difícil a empreitada da criançada que, com cuidado, ficava na ponta dos pés a admirar o movimento do velho. “Mas ele também gostava de sorrir para exibir os dentes de ouro”, sentenciou o neto, já adulto.

Os dentes dourados de seu Joaquim ficavam na arcada superior, e teriam sido colocados em São Paulo, quando ele trabalhava num laticínio como auxiliar de produção.

Muitos anos depois, já em Rio Preto e com os netos crescidos, a necessidade falou mais alto que a vaidade dos tempos antigos, e os dentes que davam brilho à sua boca foram penhorados. Com sua morte, a família nunca mais conseguiu resgatá-los.

Também encontrei um aposentado que, ao ficar viúvo, não teve dúvidas: mandou derreter a aliança e encravou um pedacinho de ouro na dentadura. No segundo casamento e se preparando para receber uma nova prótese dentária depois de 30 anos, na ocasião, ele ficou frustrado porque não poderia transferir o dente dourado para a nova dentadura.

Resignado, decidiu guardá-lo como lembrança.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso