Diário da Região

07/07/2016 - 00h00min

COLUNA DO DIÁRIO

Prefeito tem de pedalar se quer mesmo Bolçone

COLUNA DO DIÁRIO

Hamilton Pavam/Arquivo Alckmin e Valdomiro: os dois teriam conversado nesta quarta, 6, sobre a disputa em Rio Preto
Alckmin e Valdomiro: os dois teriam conversado nesta quarta, 6, sobre a disputa em Rio Preto

Se o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) têm mesmo interesse na eleição do deputado estadual Orlando Bolçone é bom que comecem a pedalar.

Nas últimas duas semanas, o deputado federal Edinho Araújo (PMDB), que se afigura como o principal oponente de Bolçone na disputa pela Prefeitura de Rio Preto, já tirou três partidos da aliança que reelegeu Valdomiro em 2012 e, de quebra, ainda fechou com o PV.

E não são quaisquer partidos. PP e PRB, que elegeram respectivamente a quarta e a décima maior bancada da Câmara Federal em 2014, renderão preciosos minutos na propaganda eleitoral na TV, sem contar a força de seus representantes locais, os vereadores Paulo Pauléra e Gerson Furquim, do PP, e Karina Caroline, do PRB - ela e o eleitorado sob influência da Igreja Universal à qual a legenda é ligada. O PPS também fará falta. O partido elegeu dez deputados em 2014 e tem em Rio Preto uma base sindical que não pode ser desprezada.

Ainda sim sobram 14 partidos da aliança que reelegeu Valdomiro. Siglas de peso como PSDB, PSB, DEM, PSD, PR e PTB. Só que Edinho, com dizem os boleiros, está comendo a bola. Tudo indica que o PSD também não vai permanecer no grupo. Se não lançar Eleuses Paiva a prefeito, há mais de 90% de chance de cair no colo do peemedebista. Com apoio de Pauléra, Edinho também dá em cima do PR e do PTB.

O tucano Vaz de Lima, preterido pelo prefeito em favor de Bolçone, assiste a tudo de camarote. Não move uma palha para ajudar Valdomiro a manter o grupo unido.

O fato é que nesta quarta, 6, a tropa estava desanimada, depois da baixa de Pauléra. O prefeito percebeu e correu para São Paulo para traçar um plano de emergência com Alckmin e o vice-governador Márcio França (PSB). A assessoria confirma a viagem, mas diz que Valdomiro foi tratar de “interesses do município”.

 

Caldeira diz que teme ‘injustiça’

O presidente afastado do Sindicato dos Motoristas de Rio Preto, Daniel Caldeira, afirmou nesta quarta, 6, que teme a “Justiça injusta”. Ele foi afastado da entidade por decisão judicial. O Tribunal Regional do Trabalho de Campinas também rejeitou recurso para ele voltar. Na decisão, o TRT revelou uma série de acusações como a de despesas não comprovadas e excesso de gastos com “ajuda de custo” para ele e outros 30 diretores. O sindicalista afirma que é vítima de um ex-integrante da diretoria expulso por querer “tirar vantagens” do sindicato. “Mas ele se retratou e vamos entregar o documento à Justiça”, disse.

 

CURTAS

Metropolitana - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) sancionou lei que cria a Região Metropolitana de Ribeirão Preto. Em fato raro, deputados da região se uniram para que agora o tucano apresente proposta para criar lei igual na região de Rio Preto. O deputado João Paulo Rillo (PT) cobrou os outros parlamentares que apoiaram o projeto de Ribeirão para retomar a discussão sobre Rio Preto.

 

coluna5

 

 

De fora - O PCB de Rio Preto bateu o martelo e não vai participar “de forma alguma” da eleição deste ano. O presidente da agremiação, Valter de Lucca (foto), diz que o partido não terá nem candidato a vereador. “São sempre as mesmas caras, a mesma coisa”, disse. É a primeira vez que a legenda fica fora da campanha em 16 anos.

 

 

 

Tempo quente - O apoio de Paulo Pauléra à pré-candidatura de Edinho Araújo (PMDB) já fez estrago no governo de Valdomiro Lopes (PSB). Pauléra foi comunicado no início da tarde desta quarta-feira, 6, que um indicado dele no Trânsito será exonerado. O vereador recebeu apoio de Fábio Marcondes (PR). “Se tiver retaliação com Pauléra vou falar com o prefeito e vou ficar do lado de Pauléra”, disse. 

Lava as mãos - O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) descartou apurar qualquer indício de cartel entre os postos de combustíveis em Rio Preto, em comunicado encaminhado ao MP. Mesmo assim, o promotor Sérgio Clementino segue com a apuração sobre eventual combinação de preços no setor. 

 

coluna2

 

 

Paulo Neto (PTdoB), Carlão Ourives (PTC), o deputado Orlando Bolçone (PSB) e o vereador Márcio Larranhaga (PSC) posam para foto depois de um café nesta quarta, 6. Pré-candidato a prefeito, Bolçone diz ter como certo o apoio do três.

 

 

 

NOTAS

coluna3

 

 

Bom para Pinato - O deputado federal Fausto Pinato (foto), coordenador do PP na região, presente na reunião em Brasília que selou a aliança do partido em Rio Preto nesta terça, 5, com Edinho Araújo, pré-candidato do PMDB a prefeito, é beneficiado indiretamente pela aliança. Se Edinho vencer a eleição deste ano será um concorrente a menos para Pinato em 2018.

 

 

 

Bom para o prefeito - Entre os próprios aliados do prefeito Valdomiro Lopes (PSB) há quem diga que o pouco empenho que ele estaria demonstrando até aqui em alavancar a pré-candidatura do colega de partido Orlando Bolçone seria motivado pelas mesmas razões do parlamentar do PP. A aposta é que Valdomiro vai disputar vaga de deputado em Brasília em 2018. Sem Edinho como concorrente, abre-se uma avenida para o prefeito.

Pacto dos nanicos - PHS e PTC formalizaram aliança nesta quarta, 6, na chapa de vereador. Nesta quinta,7, os presidentes dos dois partidos vão conversar com o PSB e o PMDB para ver quem apoiam na majoritária. “Mas vamos juntos, seja para que lado for”, diz Matheus Barbosa, do PHS

 

NA REDE?

Tradução petista - Em vez de dar bronca em sua polícia pelo assalto cinematográfico de uma transportadora de valores em Ribeirão Preto, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) culpou a empresa por “ter fortunas de dinheiro em local que não tenha uma super-segurança”. Ao ler o que o tucano disse, a deputada Beth Sahão (PT) não se conteve e fez um comentário no Facebook. “Quando o governador dá uma declaração dessas, está querendo dizer: ‘Alguém deveria resolver esse problema, pois eu não sou capaz’”, tripudiou a petista.

 

coluna4

 

O barato é louco - Depois de polemizar com a classe média, a filósofa Marilena Chauí (foto) se envolveu em mais uma confusão na rede. A mais nova da petista é que o juiz Sérgio Moro foi “treinado pelo FBI” e que a Operação Lava Jato é uma maquinação dos Estados Unidos para roubar o pré-sal do Brasil. O grupo Vem Pra Rua - Rio Preto no Face não perdoou. O comentário mais bem-humorado diz que Marilena deve estar “cheirando cola estragada”. 

 

 

Promessa de ministro - O deputado Edinho Araújo, acompanhado do colega Baleia Rossi, líder do PMDB na Câmara, foi até o ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça, 5, para intervir a favor do credenciamento das unidades de Jales e Fernandópolis do Hospital do Câncer de Barretos pelo SUS. O ministro prometeu resolver o problema neste semestre.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso