X
X

Diário da Região

09/07/2016 - 00h00min

COLUNA DO DIÁRIO

PP fecha com Edinho e arrasta PTB junto

COLUNA DO DIÁRIO

Vinicius Marques Jorge Menezes discursa ao lado de Edinho Araújo, Fausto Pinato e Paulo Pauléra, em evento nesta sexta. (Foto: Colaboração/Vinícius Marques)
Jorge Menezes discursa ao lado de Edinho Araújo, Fausto Pinato e Paulo Pauléra, em evento nesta sexta. (Foto: Colaboração/Vinícius Marques)

Novo ato do PMDB para selar o apoio do PP de Paulo Pauléra à pré-candidatura de Edinho Araújo a prefeito de Rio Preto sinalizou mais uma adesão. O vereador Jorge Menezes (PTB) disse que a aliança está próxima.

O acordo do PP com Edinho chegou a pegar de surpresa aliados do prefeito Valdomiro Lopes (PSB), que tenta emplacar o deputado Orlando Bolçone, do mesmo partido, como seu sucessor.

Menezes deixou claro que caminha para fechar com Edinho. “Dependemos apenas de duas reuniões que vou fazer com meu grupo”, afirmou ele, que conversou a portas fechadas com o peemedebista depois do oba-oba desta sexta.

Durante seu discurso, Pauléra, que já foi secretário de Serviços Gerais de Valdomiro, atacou o governo. Disse que a cidade está “cheia de buracos, cheia de radares, com mato alto e abandonada”. Reclamou ainda, sem citar nomes, que sofreu “pressão”. E disse que o PR de Fábio Marcondes pode entrar no grupo. Marcondes afirmou que tem até agosto para decidir quem apoia.

Edinho, que voltar a dizer que ainda não definiu a pré-candidatura - deve oficializá-la em evento na Câmara na próxima semana - também “cutucou” Valdomiro ao mencionar a tentativa de retirar à força moradores de favela da Vila Itália. “Eu lamento que tenha acontecido. No meu tempo não tinha favelas.” Sobre o efeito da operação Lava Jato que avança sobre nomes do PMDB, Edinho afirmou que “não tem nada a temer.”

 

Prefeito acredita em absolvição 

O prefeito de Novo Horizonte, Toshio Toyota, informou nesta sexta, 8, por meio de nota da assessoria de imprensa da Prefeitura, que espera pela “absolvição” em ação na Justiça Federal que determinou o bloqueio dos bens dele. Por causa desta ação, o prefeito passou a ser investigado pela PF, conforme revelou o Diário nesta quinta, 7, por suspeita de se desfazer dos bens. Na nota, o prefeito diz que não foi notificado da apuração da PF. “Gostaria de constar a certeza da absolvição no respectivo processo”, afirma a nota enviada por sua assessoria. 

 

CURTAS

Farol baixo - Os partidos de extrema esquerda em Rio Preto demonstram certo desânimo em relação ao processo eleitoral deste ano na cidade. O PCB informou que está fora da disputa, sem candidatos. O PSTU decidiu que não vai ter candidato na majoritária. Quer uma frente com o PSOL, que, por sua vez, ainda não definiu se vai lançar candidato a prefeito.

 

curtas

 

 

Complicado - Até mesmo aliados de Carlão dos Santos (foto) consideram que o vereador do SD dificilmente escapa de comissão processante, que será votada na Câmara. Carlão vendeu material para a Emcop, o que é proibido por lei. A oposição avisou governistas que irá votar a favor da apuração. Agora, a base está numa sinuca de bico às vésperas da campanha.

 

 

 

Lugar errado - O deputado Orlando Bolçone (PSB) foi até a Câmara para falar sobre eleição com vereadores. Duro que escolheu a época errada. Em recesso, poucos vereadores têm ficado na Casa. Ainda assim, ele falou sobre alianças com Francisco Júnior (DEM) e José Carlos Marinho, de seu partido. Carlão dos Santos (SD) era outro raro vereador no local.

Duas canoas - O vereador Fábio Marcondes (PR) afirmou, em meio às discussões sobre alianças de campanha, que é “mais próximo” a Bolçone. Seu “parceiro” na Câmara, Paulo Pauléra (PP) defende coligação com Edinho e deixou isso claro ontem. Marcondes ainda faz mistério para que lado vai. Mas está cada vez mais difícil não escolher a canoa. 

 

coluna2

 

 

Integrantes do PSD durante reunião nesta sexta, 8, para discutir a eleição. Ficaram de fazer novo encontro em até 15 dias para decidir quem vão apoiar. A candidatura própria a prefeito de Eleuses Paiva está praticamente descartada

 

 

 

 

NOTAS

notas

 

Ficou na mão - Eleito na esteira de Celso Russomano (foto), o deputado federal Fausto Pinato trocou o PRB pelo PP no início do ano, aproveitando-se da chamada “janela da infidelidade”. Agora, o PP, em vez de apoiar Russomano a prefeito de São Paulo, cedeu aos “encantos” do governador Geraldo Alckmin e vai apoiar o tucano João Doria. Pinato disse que trabalhou para que o PP fechasse com o PRB de Russomano, mas que o presidente estadual do partido, Guilherme Mussi, entende que o “espaço” aberto por Alckmin (leia-se cargos) fortalece o PP.

 

 

 

É o buraco, estúpido - Uma reclamação é recorrente quando os pré-candidatos a vereador ligados ao prefeito Valdomiro Lopes (PSB) vão conversar com os eleitores. É difícil encontrar um que não reclame dos buracos nas ruas de Rio Preto. O medo dos correligionários de Valdomiro é que ele não consiga resolver o problema, pelo menos em parte, até a eleição.

Dos prazos - O presidente municipal do PSDB de Rio Preto, Manoel Jesus Gonçalves, diz que o deputado tucano Vaz de Lima e o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) se falaram na terça-feira, 5. E que Vaz manteve a decisão de anunciar o rumo da aliança entre os dois no dia 20.

 

NA REDE

O inimigo é outro - Presidente nacional do PSDB, o senador mineiro Aécio Neves deu pitaco na rusga que o partido enfrenta em São Paulo, desde que o governador Geraldo Alckmin elegeu o empresário João Doria para ser o candidato da sigla a prefeito da Capital. “É natural que o PSDB tenha as suas disputas internas, mas estou absolutamente convencido de que, chegando o momento da disputa, estaremos unidos”, postou no Face. Ele completou que o verdadeiro inimigo é o PT de Fernando Haddad, atual prefeito e candidato à reeleição.

 

narede

 

 

 

 

 

80 horas no trampo - Provoca polêmica nas redes sociais a sugestão do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade (foto), após encontro com o presidente em exercício, Michel Temer, para que o Brasil siga o exemplo da França, que autorizou jornada semanal de 80 horas (ou até 12 horas por dia).

 

 

 

 

‘O quê?’ - O site do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo divulgou nesta sexta, 8, a cassação do mandato de dois vereadores por infidelidade partidária, um deles da região, Divino Ferreira, que trocou o PT pelo PV em Nova Granada. A Coluna ligou para o vereador e ele disse que nem sabia da notícia. “Como assim? Recebi uma notificação de que a audiência é setembro...”, respondeu, surpreso. De acordo com o próprio TRE cabe recurso em Brasília. “Vou recorrer, então”, disse Divino.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso