Diário da Região

02/07/2016 - 00h00min

COLUNA DO DIÁRIO

Carlão já começa operação ‘abafa’

COLUNA DO DIÁRIO

Johnny Torres/ Arquivo O vereador Carlos dos San tos (de costas) conversa com Peixão (à esq.) e Pauléra durante sessão
O vereador Carlos dos San tos (de costas) conversa com Peixão (à esq.) e Pauléra durante sessão

O vereador Carlão dos Santos (SD) já começou uma espécie de operação “abafa” com aliados para evitar abertura de comissão processante que pode até resultar em cassação de mandato por causa de negócios de sua empresa com a Emcop (Empresa Municipal de Construções Populares).

Vereador da base aliada ao prefeito Valdomiro Lopes (PSB), Carlão é dono de uma loja de materiais para construção que vendeu R$ 32,8 mil em materiais para a Emcop de 2009 para cá. Os dados estão no portal da Transparência, da Prefeitura de Rio Preto.

O pedido de comissão processante foi protocolado na Câmara por integrantes do PSTU e PSOL.

A colegas de Câmara, o vereador tem afirmado que a Emcop pesquisou orçamentos para o fornecimento do material e que menores preços foram os contratados. Ele sustenta ainda que não tinha conhecimento de restrições de venda de material para a Emcop, conforme prevê a Lei Orgânica. Mas para o Ministério Público a situação não é tão simples assim. “A lei é clara. Vereador não pode ter contrato assim. O serviço, no caso entrega de material, foi contratado e concretizado”, disse o promotor Sérgio Clementino.

Governistas se sentem pressionados de um lado e outro, uma vez que livrar Carlão irá provocar um claro desgaste em meio ao processo eleitoral que se inicia. A Emcop até agora não divulgou parecer que atestaria a legalidade da compra.

Marcondes terá 48 h explicar bate-boca

A juíza da 5ª Vara Criminal de Rio Preto, Gláucia Véspoli dos Santos Ramos de Oliveira, deu prazo de 48 horas para o presidente da Câmara, Fábio Marcondes (PR), se explicar sobre declarações dadas durante sessão realizada em novembro num bate-boca com Marco Rillo (PT). Na ocasião, o petista atacou vereadores governistas e Marcondes rebateu. “Vossa Excelência que faz parte desses larápios do PT e quer enganar de novo a população”, disse Marcondes a Rillo. O PT entrou com pedido para que Marcondes afirme quem sãos os “larápios”. O prazo vale a partir da notificação de Marcondes, que não foi localizado nesta sexta.

CURTAS

Só se... - Vereadores da base aliada ao prefeito na Câmara de Rio Preto se reúnem neste sábado, às 9h, com Orlando Bolçone, pré-candidato do PSB à sucessão de Valdomiro Lopes. Jorge Menezes (PTB) e Paulo Pauléra (PP) confirmaram presença. Ambos só vão fechar com Bolçone - ou com Edinho - se ele oferecer uma boa aliança na proporcional.

 

curtas02072016

 

 

Quase lá - O presidente do PSD em Rio Preto, Denilson Marzocchi, disse nesta sexta-feira, 1º, que o partido decide no máximo até o final da semana que vem como vai se posicionar na eleição. Nesta semana, Marzocchi se reuniu com emissários de Edinho Araújo (PMDB) e com o próprio Bolçone. “Se for coligar queremos uma posição de visibilidade”, afirma o dirigente do PSD.

 

 

 

 

Uuuu - Repercutiu muito mal entre os servidores, a decisão da Prefeitura de Rio Preto de cancelar licença-prêmio na Educação e na Saúde. Os argumentos de que é preciso apertar os cintos e respeitar as leis eleitoral e fiscal não foram suficientes para acalmar os ânimos. A medida teria sido um dos motivos de umas vaias que o prefeito Valdomiro Lopes levou nesta sexta, 1º, no Teatro Paulo Moura.

Aloysio em Votu - Líder do governo no Senado, o tucano Aloysio Nunes fala na manhã deste sábado, 2, a empresários de Votuporanga sobre o cenário político e econômico do País. A palestra está marcada para as 9h30, na sede da Associação Comercial. Aloysio atende a convite de outro líder (da bancada do PSDB na Assembleia), Carlão Pignatari, ex-prefeito da cidade. 

 

alckmin02072016

 

 

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), ao lado dos deputados Itamar Borges e Carlão Pignatari, passeia em trilha inaugurada por ele nesta sexta-feira, 1º, no Parque Ecológico Águas Claras, em Santa Fé do Sul

 

 

 

 

NOTAS

notas02072016

 

 

Não é bem assim - A direção regional do PROS não gostou da declaração do vereador Fábio Marcondes (PR) - que lançou Azor Lopes como pré-candidato a prefeito - de que o partido está fechado com ele. “Não é a primeira vez que ele (Marcondes) faz isso. Mas não existe nada fechado. O PROS está neutro e ainda vai se decidir”, afirmou Carla Maestra à Coluna. Ele diz falar em nome de Salvador Zimbaldi , presidente da sigla em São Paulo.

 

 

Uma pista - Falando em PROS, o presidente do partido na cidade é Sebastião Ramos. A mulher do secretário de Trabalho, José Antonio Vilela, aliado de Marcondes, é secretária-geral. Ramos dá uma dica para onde o PROS pode caminhar. “Ainda não está nada decidido, mas Zimbaldi é amigo do Edinho.”

Confiança zero - Os políticos mais experientes são muito cautelosos ao falar dos apoios partidários, até mesmo dos já anunciados publicamente. “A gente só vai saber quem está com quem no dia 15 de agosto”, exagera um deles. A data é o último dia para registro de candidaturas, véspera do início oficial da campanha eleitoral deste ano.

NA REDE

narede02072016

 

 

Quase que não deu - O prefeito de Bady Bassitt, Edmur Pradela, conseguiu, na última hora, assinar convênio com o governo do Estado para arrumar a estrada que liga o município a Nova Aliança. O estrago está à espera de providências desde o começo do ano. O deputado Itamar Borges, do mesmo partido de Pradela, o PMDB, registrou o ato no Facebook. Desde de sexta, 1º, convênios assim estão proibidos de ser assinados por causa da legislação eleitoral

 

 

 

Só no Face - Sem alarde e com certa demora, o prefeito Valdomiro Lopes postou nesta sexta, 1º, texto e fotos do trecho da avenida Romeu Strazzi que estava interditado desde 2014 para a construção de um reservatório subterrâneo das obras antienchente. Finalmente a avenida foi reaberta para o trânsito. 

‘Eu queria, mas...’ - O deputado estadual João Paulo Rillo (PT) usa as rede sociais para colocar na conta do colega Marcos Zerbini (PSDB), presidente da CPI da Máfia da Merenda, a decisão de não estender a investigação durante o recesso dos parlamentares, agora em julho, na Assembleia Legislativa de São Paulo. “(Ele) ameaçou não convocar reuniões se o requerimento fosse aprovado”, escreveu o petista. A CPI vai apurar denúncias de superfaturementos e propinas em contratos de fornecedores de produtos da merenda com o governo estadual e prefeituras.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso