X
X

Diário da Região

27/03/2016 - 00h00min

Coluna do Diário

Acordo para evitar tema indigesto na eleição

Coluna do Diário

Johnny Torres e Sergio Isso Edinho Araújo, João Paulo Rillo e Orlando Bolçone são cotados para disputar a Prefeitura de Rio Preto
Edinho Araújo, João Paulo Rillo e Orlando Bolçone são cotados para disputar a Prefeitura de Rio Preto

Um pacto de não agressão vem sendo costurado entre pelo menos três prefeituráveis em Rio Preto no que se refere a doações de empreiteiras para campanhas eleitorais. Nos bastidores, corre a versão de um acordo entre os deputados João Paulo Rillo (PT), Orlando Bolçone (PSB) e Edinho Araújo (PMDB) para não tocar no tema, pelo menos nos programas de TV.

Não se falou do nome do também deputado Vaz de Lima. Mas o tucano já demonstrou como é avesso ao tema ao ser questionado sobre a lista da Odebrecht. Não quis muita conversa. Disse que é assunto da Justiça e não de política. 

Embora João Paulo seja no momento o mais envolvido na trama sombria das doações depois que seu nome apareceu pelo menos três vezes na superplanilha da Odebrecht com referências não comprovadas a repasses da empresa na última eleição de prefeito em Rio Preto, em 2012, todos eles ou outras lideranças de seus respectivos partidos têm laço que os une a empreiteiras investigadas pela Lava Jato e a doadores metidos em embaraços anteriores.

Por isso é inoportuno (para ficar em um eufemismo) um falar do outro. Bom, como se diz em política, o tal armistício é uma fotografia do momento, além de não ter sido combinado com outros possíveis candidatos. Dizem que no calor da campanha, o pacto se esfarela na página 2.

 

FRASE:

"É preciso aguardar o aprofundamento das investigações. Não é possível julgar as pessoas por antecipação"

Valdomiro Lopes, prefeito de Rio Preto, sobre a superplanilha da Odebrecht

 

Cadê a audiência pública?

No seu relatório de administração de 2015, a concessionária Triunfo Transbrasiliana divulgou a aprovação da ANTT para aumento na tarifa de pedágio. Conforme publicado no dia 17 de dezembro de 2015 no Diário Oficial da União, a tarifa passou de R$ 3,70 para R$ 4,30. Foi aprovado ainda o reajuste de R$ 4,30 para R$ 7,70, referente à entrega e aprovação do projeto executivo para as obras de duplicação do trecho da rodovia BR-153 entre o km 0 e o km 72, que contempla a travessia urbana de Rio Preto. O novo reajuste está sujeito à submissão do projeto executivo para obras de duplicação, realização da audiência pública e deliberação da própria ANTT. 

 

 

 

 

Coluna do Diário - Sinval Malheiro e Geraldo Vinholi - 27032016

 

 

Em Catanduva, existe uma disputa nos bastidores pela paternidade de obras do Ministério dos Transportes. São 7 viadutos sobre a linha férrea. O deputado federal Sinval Malheiros (PTN) e o prefeito Geraldo Vinholi (PSDB) tentam garantir o pacote de obras junto ao ministro de Transportes, Antonio Carlos Rodrigues

 

 

 

 

 

 

NOTAS:

Coluna do Diário - Valdomiro Lopes - 27032016

 

Mistério

O prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB) (foto), tem feito mistério sobre reajuste de salários para servidores e nem mesmo assessores próximos sabem quando a proposta será apresentada. Pior ainda: se vai ser apresentada. O prefeito está com uma série de estudos com projeções sobre o reajuste, incluindo abaixo da inflação. 

 

 

Paz e guerra 

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, divulgou nota dizendo que vai lutar para defender o Estado democrático de direito. “As manifestações mostram o seguinte: queremos a paz, mas não tememos a guerra. Se eles acham que haverá estabilidade derrubando a Dilma, estão muito enganados. A estabilidade virá com o fim do impeachment e a possibilidade do Brasil voltar a crescer. Lula é ficha limpa, portanto não há nenhuma razão para ele não ser ministro”, afirmou na nota. 

Ele vem aí

A presidente da República, Dilma Rousseff, ressaltou a importância do ex-presidente Lula para sua administração. “A vinda do ex-presidente Lula fortalece o governo. Ele é um hábil articulador político, conhece o Brasil e tem imenso conhecimento sobre todos os problemas do país”, afirmou.

 

NA REDE:

Espetáculo

O deputado estadual João Paulo Rillo (PT) reapareceu ontem nas redes sociais após seu nome constar na superplanilha da empresa Odebrecht. “Compartilho com vocês momentos da encenação da Paixão de Cristo, espetáculo que dirigi, juntamente com Linaldo Telles, pelo 13º ano consecutivo, na sexta-feira Santa, na Igreja Basílica, em Rio Preto”, escreveu o petista no Facebook.

 

Coluna do Diário - Francisco Júnior - 27032016

 

 

Ovos de Páscoa

O secretário de Esportes, Francisco Júnior (foto), postou a entrega de ovos de Páscoa do Projeto Laranjeiras. “Gostaria
de agradecer todos os colaboradores que ajudaram a tornar esse dia mais feliz para as crianças”, vangloriou. 

 

 

Uma dentro

Nas redes sociais, o vereador Dourival Lemes (PSB) tem colhido dividendos políticos pela apresentação do projeto de lei que proíbe a atuação de carroceiros em Rio Preto. A maioria das manifestações é favorável ao projeto de lei protocolado por ele na Câmara de Rio Preto.

 

CURTAS:

Sem muita onda - Deputado estadual e pré-candidato a prefeito pelo PSB, Orlando Bolçone, recebe o título do Cidadão Rio-pretense amanhã à tarde na Câmara. A pedido do próprio homenageado, a cerimônia vai ser reservada. Em vez do plenário vai ser usada a sala da presidência. A homenagem foi sugerida pelo vereador Dourival Lemes, que recentemente se filiou no mesmo partido de Bolçone. 

 

Coluna do Diário - Edson Aparecido - 27032016

 

 

A saída... - Edson Aparecido (foto) deixou o cargo de secretário da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin (PSDB). Ele respondeu 53 perguntas dos promotores de Justiça que o investigam por suposto enriquecimento ilícito na aquisição do apartamento do edifício Maison Charlotte, em 2006, ao preço de R$ 620 mil, o que equivaleria, na época, a 30% do valor real.

 

 

...do secretário da Casa Civil - O imóvel hoje é avaliado em pelo menos R$ 2,5 milhões. O governo emitiu nota na qual afirma que Aparecido deixou a pasta porque vai se candidatar a vereador na eleição deste ano. “O secretário da Casa Civil, Edson Aparecido, deixou o governo, a seu pedido, para se candidatar a vereador na cidade de São Paulo”, consta em nota divulgada pelo governo. 

Não é bem assim - A proibição de doações de empresas na eleição deste ano não significa necessariamente maior equilíbrio entre os políticos endinheirados e os duros. A lei permite que um candidato rico doe o que puder do seu patrimônio como pessoa física para a própria campanha, segundo o advogado Ricardo Vita Porto, que esteve em Rio Preto no início do mês durante seminário do DEM. 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso