X
X

Diário da Região

14/09/2016 - 00h00min

Cartas do Leitor

Sugestão

Cartas do Leitor

Queria dar uma sugestão de meta aos candidatos a vereador: Criar uma lei igual à lei referente ao período de atendimento interno ao usuário dos estabelecimentos bancários (lei das filas), destinada às consultas médicas, pois tem clínicas abusando da paciência e do tempo dos pacientes. Há clínicas que atendem as consultas por ordem de chegada, ou seja, você não tem noção de quando será atendido.

Todos sabem do direito trabalhista de apresentar atestado médico às empresas, mas sabemos que não é bom faltar ou chegar atrasado devido às idas em consultórios médicos, pois empresa nenhuma gosta de ter empregados faltosos ou atrasados, não é mesmo?

Esperar um tempo razoável, aceitável, pois sabemos de algumas dificuldades que os médicos têm e sabemos que não dá para cronometrar as consultas, mas dá sim, para fazer uma média de atendimento, não ultrapassando mais que 30 minutos, pois mesmo que a paciente não tenha mais nada para fazer, ninguém gosta de ficar esperando um tempo enorme em uma sala de espera.

Gilza Soriano Lopes, Rio Preto.

 

Animais

Segunda, logo pela manhã, liguei para o Centro de Zoonoses a fim de comunicar que no terreno do Santuário Nossa Senhora de Fátima e construções anexas, existe uma quantidade bem grande de gatos em situação de abandono, inclusive 2 gatinhas com gatinhos recém nascidos nesse local.

Como frequentadora da igreja que fica próxima a Unesp no Jardim Nazareth, percebi que podia ajudar o nosso pároco na difícil tarefa de retirar esses felinos do local levando-os para um lugar que tivessem alimentação e todos os demais cuidados necessários para futura adoção. Como primeira ação, liguei para o Centro de Zoonoses para saber os procedimentos necessários, porque acreditava que de lá poderia vir uma solução para essa problemática tão constante em nossa cidade.

Devo dizer que fui gentilmente atendida, mas o que ouvi do atendente me deixou perplexa, ele relatou que desde 2009 o Centro não recolhe animais em situação de abandono e que as pessoas é que devem se responsabilizar pelos milhares de animais abandonados nas ruas de nossa cidade. Sou uma pessoa que como tantas outras, já perdeu a conta do número de cães e gatos que já acolhemos, cuidamos, recuperamos, doamos aos amigos e pessoas que nos ajudam nessa missão, mas não concordamos com a ausência do Poder Público nesse trabalho todo.

Um Centro de Zoonoses que oferece vacinas nas campanhas e castrações agendadas por períodos muito distantes quando as pessoas precisam, não é nada se compararmos ao trabalho das ONGS e dos voluntários que atuam em Rio Preto.

É preciso que seja criado um Estatuto que ofereça espaço para libertar a cidade desse caos em que vivem tantos cães, gatos e outros animais oferecendo risco a população e sofrendo pela falta de alimento, água, remédios e um lugar decente para envelhecer com qualidade e o mínimo de conforto.

Angela Perozin, Rio Preto.

 

Político

Uma delícia ser político neste Brasil. É terrível ser um cidadão pagador de impostos neste Brasil! Manchetes do jornal Diário da Região:

08/09/16 – Metade das escolas leva bomba nos anos finais do ensino básico. O resultado da avaliação dos alunos de 36 escolas públicas demonstra que o resultado está abaixo do esperado.

10/09/16 – Aluno ferido por galho receberá R$ 20 mil de indenização. O contribuinte irá pagar a indenização pelo aluno ferido por um galho de árvore.

11/09/16 – 30 prefeitos desistem da reeleição. Os prefeitos desistem de disputar a reeleição devido a recessão econômica e dificuldade de financiar as campanhas políticas.

Quem paga o custo de toda esta ineficiência é cada um de nós, os denominados de contribuintes. E daí?

Nós os contribuintes somos os únicos penalizados, pois pagamos essa conta, não recebemos os serviços que é de responsabilidade da gestão pública, que diga-se de passagem, deixa muito a desejar.

Os políticos dizem que a culpa é sempre da crise. Quem gera as crises? A falta de planejamento na gestão pública devido a irresponsabilidade dos gestores. E daí?

Os gestores públicos simplesmente não são responsabilizados. Eles continuam a receber os seus salários, benefícios corrigidos e desta forma, não sofrerem as consequências das crises. E nós os contribuintes continuamos resignadamente a pagar essa conta injusta.

No “mundo real” a incompetência e irresponsabilidade têm consequências, são punidas com demissão, pesadas multas e muitas vezes cadeia. Até quando vamos continuar a presenciar esta baderna e esta inconsequência, onde no paraíso da gestão pública nada acontece?

Minha opinião, deveria ter cadeia rápida e penalidade pecuniária para a gestão incompetente e irresponsável do dinheiro do contribuinte. A conclusão e simples, é uma delícia ser político neste Brasil!

Walter Henrique Bernardelli, Rio Preto.

 

Crônica

José Luís Rey: sempre leio no Diário da Região, no caderno Vida e Arte, Painel de Ideias. No Domingo, dia 4 ao ler a sua crônica “Sinfonia urbana de outros tempos,” fiquei emocionada. Minhas filhas vivenciaram tudo o que você relata, com tanta sensibilidade e com saudade. O parabenizo com estes versos:

José Luís Rey nos relata

Suas amáveis lembranças,

Da vida cheia de encanto

Que viveu quando criança.

Lembra tudo com ternura

E no coração saudade,

Daqueles tempos ditosos

Feitos de simplicidade.

A inconfundível matraca

Do esperado bijuseiro,

Pães e doces deliciosos,

No carrinho do padeiro!

O amolador de facas

E de tesouras também,

Deles fala com ternura

De tudo se lembra bem.

Quero cumprimenta-lo

E pedir que escreva mais

Sobre os tempos ditosos

Que não voltarão jamais.

Mas cada tempo tem seu tempo, cada dia uma verdade, os adultos de amanhã, de hoje vão sentir saudade.

Cidinha Donaire de Mello Oliveira, Rio Preto.

 

Cartas

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso