X
X

Diário da Região

05/12/2015 - 00h18min

Cartas do Leitor

Impeachment

Cartas do Leitor

Provavelmente Dilma perderá o poder. Por que ela perderá, se tem a base supostamente majoritária para protegê-la? Será que ela comprometeu a base, enganando-os? E por amor à pátria fariam seu impeachment pensando no melhor para o Brasil? Ou será por que ela não atende os anseios da base, quando há três anos não libera emendas parlamentares nem para seus aliados? A Dilma, diferentemente de Lula, pegou o país na contramão da crise mundial que se apresentava, com compromissos contratados pelo PAC, Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida. As exportações caíram pela metade, os investimentos externos, ao invés de virem como era com Lula, voltavam para onde vieram e a arrecadação caiu, obrigando-a usar de subterfúgios (pedaladas fiscais) para honrar os pagamentos, debaixo de uma lei de responsabilidade fiscal agora existente. Difícil é chamá-la de desonesta, apesar de saber que não se consegue governar honestamente, principalmente com um Congresso corrupto, onde a maioria tem dinheiro na Suíça. 

César Maluf, Rio Preto

 


Mascarados

Quando os vejo no plenário ou na rua de terno, gravata e sapatos brilhantes, assim como sentados em suas poltronas como se fossem deuses ou senhores do mundo, tenho nojo e raiva. Penso o que será que vocês escondem por trás dessa fantasia de carnaval. Uns velhos feios que fazem parte de esquema asqueroso na qual não dão lugar a outros porque o pasto é bom e rende milhões de arrobas por mês para vocês e suas trupes, sem fazer nada. Por que vocês, suas excelências (é claro que estou sendo irônica), não saem de suas poltronas e vão fiscalizar pessoalmente a pé o que está acontecendo nas estradas, avenidas, ruas, hospitais, escolas e presídios para os pobres mortais que aqui vivem, para que passem o que a população enfrenta como dores, fome, sede sem ter o que beber, assim nem para tomar banho, dormir no chão, na água, na lama, na casa dos outros de favor. Nunca na minha vida vi um político qualquer fiscalizar uma obra. Estamos assistindo o maior esquema de sem vergonhice que já existiu comprovadamente. Coloquem uma roupa de trabalhador de fato, calça e camisa, e vão ver o que acontece nesse nosso país 'otário' que lhe paga para ter esse luxo e vocês não têm nenhum remorso e nem piedade, porque são os donos da corte. Deixem a comodidade da poltrona, ternos e pancas de deuses e vão trabalhar, ao invés de fazer acordos políticos e promover crimes com o dinheiro público. Esses crimes que vocês cometem e o dinheiro que roubam de nós ninguém sabe onde vai parar quando recuperado; ou trocam de mãos.

Cidinha Cury Antonio, Rio Preto

 

Vereadores

Uma nova Câmara. Sim, Rio Preto precisa urgentemente de novos vereadores. Até temos uns três ou quatro que tentam fiscalizar e cumprir as suas funções para qual foram eleitos, mas vejam só. Uma simples chuva, e a cidade está completamente destruída. E nada, os amigos e defensores do prefeito preocupados com homenagens e politicalhas esquecem daqueles que o elegeram. Fica aquele gostinho de abandono, até quando a cidade resistirá?

Clélio José de Oliveira, Rio Preto

 

Dilma

Depois de tantas bobagens que a presidente Dilma insiste em falar nas suas declarações, como armazenar vento, disse agora mais um absurdo de causar espanto a qualquer um. Em reportagem do Jornal da Cultura, em discurso feito na Cúpula do Clima (COP 21), na França, sobre as mudanças climáticas do planeta, afirma que a causa da seca do Nordeste ocorre em razão dessas mudanças. O comentarista e historiador Marco Antônio Villa, que participava do programa, quase teve uma síncope diante de tamanha discrepância e burrice.  Ainda ilustrou a noite com uma informação valiosa de que existem registros de cronistas portugueses, datados de 1549 e 1550, de que já havia seca naquela região semiárida nessa época, fato conhecido por qualquer estudante. Como essa senhora tem a coragem de falar uma mentira dessa? E já não se fala mais nos R$ 8 bilhões gastos na famosa transposição do rio São Francisco, uma obra abandonada e de duvidosa serventia. Eu, como brasileiro, sinto vergonha de ter uma pessoa tão despreparada no comando do nosso país. Já passou da hora de cair fora Dilma e sua comitiva!

Marco Antônio Miceli, Rio Preto

 

Crônica

Li no Diário, domingo passado, o artigo do artista plástico e escritor Jocelino Soares sobre 'O defunto'. Recordei de passagens ocorridas na minha família quando meu finado avô, Antônio Francisco da Cruz ('Antoi Vintura'), revelou sobre o passado. Numa passagem disse que seu pai, João Pedro de Araújo, era o guardião do cemitério dos Castores no início do século passado. Esse primeiro cemitério ficava do lado esquerdo da BR-153. Certa ocasião, ele estava ali juntamente com o meu avô e o irmão. Capinavam o cemitério quando, inesperadamente, um cobra jararaca picou o caçula. Quando seu pai, João Pedro de Araújo, identificou a cobra, imediatamente abandonou o serviço. Foram para casa com urgência. Lá o irmão tomou banho, foi para cama e se despediu, um a um, dos familiares. O meu bisavô foi o último a se despedir. Em seguida, faleceu. Meu avô dizia que era muito comum a morte de crianças naquela época. Muitas vezes, tinha de improvisar o caixão em razão da falta de recursos. Certa ocasião, para dar um enterro ao filho usaram tábua de cedrilho do forro da própria casa que o pai da criança residia.  A crônica do amigo Jocelino Soares me fez lembrar de tantas histórias de um tempo que não volta mais.

Antônio Carlos Carvalho, Rio Preto

 

Cartas: 

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso