X
X

Diário da Região

28/08/2015 - 00h00min

Cartas do leitor

Dr. Raul

Cartas do leitor

Sinto-me comovida em poder engrossar o coro de admiração, respeito e gratidão ao exemplo de cidadão e médico que foi o dr. Raul de Aguiar Ribeiro, falecido no último dia 14. Em 1976, por motivos particulares, eu trouxe minha mãe, residente em São Carlos, naquele momento em estado grave de saúde, para ser internada na Beneficência Portuguesa. Ao realizar os exames cardiológicos encontramos o dr. Raul, que não conhecíamos. Sua entrada naquele triste momento foi uma bênção em todos os sentidos, principalmente pelo carinho e atenção. A convivência diária por mais de um mês permitiu que minha mãe se abrisse com ele e manifestasse o desejo de morrer em sua casa e em sua cidade. Diante do agravamento do quadro e após muitos pedidos dela, dr. Raul sugeriu-nos para fazer o que ela tanto queria. Foi então que a levamos para nossa casa aqui em Rio Preto, tentando nos preparar para atendê-la. Eis que dois dias depois, aparece sem ter sido solicitado o dr. Raul. Jamais esquecerei a imagem daquele médico de jaleco branco e maleta subindo a rampa de casa. Surpresa boa. Viera vê-la por vontade e iniciativa próprias. Foi mesmo inesquecível. Depois fomos para São Carlos, onde ela faleceu dias depois, em sua casa como queria. Antes, porém, pediu para agradecer ao doutor. Que o exemplo de médico e ser humano do dr. Raul possa marcar e ser seguido pelas novas gerações.

Maria José Zoppellari de Toledo, Rio Preto

 

Habitação

Nossos esforços sempre foram voltados para sanar injustiças em processos envolvendo distribuição de casas populares em Rio Preto. Com a implantação do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, não foi diferente, ao depararmos com o primeiro sorteio, às escuras, sem a presença da população e de vereadores. Recebemos inúmeras denúncias no gabinete e apresentamos ao Ministério Público Federal, ao Ministério Público Estadual, à Polícia Federal, à Caixa Econômica Federal e à Emcop. Para que o programa tenha êxito, é necessário que o município promova o trabalho do serviço social antes e após o sorteio, para garantir que a população mais humilde seja contemplada. Atribuições pertinentes à CEF - Caixa Econômica Federal, não menos importante, é a de fiscalizar permanentemente as residências que estão vazias, alugadas ou sofreram modificações estruturais que demonstram uma renda maior àquela declarada. Usando as atribuições inerentes ao cargo que ocupo hoje na Câmara Municipal, em mais uma tentativa de sanar os problemas apresentados, reunimos todos os entes responsáveis pelo Programa Minha Casa Minha Vida, no dia 6 de agosto, em audiência pública, a Emcop, CEF, SMAS, Conselho Municipal de Habitação e Defensoria Pública, para esclarecer e corrigir falhas. Nossa proposta foi fazer um levantamento in loco nos Residenciais Nova Esperança e Lealdade e Amizade, para levantar quantos "sorteados" ocupam as moradias. Entretanto fomos ameaçados por moradores que foram surpreendidos por boatos de que "o vereador Marco Rillo iria tirar a casa dos moradores". Notícia plantada ou não, nosso bom-senso fez com que cancelássemos tal levantamento, pois não seria prudente ir para o enfrentamento colocando pessoas em risco. Até quando vamos conviver com estas injustiças? Sem ação efetiva dos órgãos envolvidos, estaremos mais uma vez contemplando a ineficiência que contraria os objetivos nobres do Programa Minha Casa Minha Vida. A situação atual aponta que a Emcop não sabe se as casas estão ocupadas por famílias realmente vulneráveis; a CEF não fiscaliza se a moradia é ocupada por quem ela analisou a renda; muitas famílias pagam aluguel para ocupar o imóvel; e outros tantos fizeram da moradia popular verdadeiros palacetes. Enfim, sequer existe um relatório de amostragem de visita in loco desses órgãos envolvidos. Até quando?

Marco Rillo,  vereador, Rio Preto

 

Jornada de trabalho

Em relação à nota "Eles não querem jornada de trabalho", publicada na Coluna do Diário (26/8), faço alguns esclarecimentos à população de Rio Preto. A proposta apresentada tinha como objetivo exigir que o vereador permanecesse, obrigatoriamente, 40 horas mensais na sede da Câmara, já que, a meu ver, o Poder Legislativo Municipal é aquele que mais se aproxima da verdadeira democracia, em face da proximidade que existe entre os seus componentes e os munícipes. Diariamente, notamos o grande número de pessoas que não conseguem localizar na Casa seus representantes legítimos. Essas pessoas, inclusive, têm reclamado por não encontrá-los e receber a atenção adequada e esperada. Particularmente, cumpro minhas obrigações enquanto homem público todos os dias no gabinete onde permaneço durante todo o horário de expediente. Infelizmente, alguns vereadores não entenderam a propositura e preferiram "enterrá-la" antes mesmo de sua votação no mérito. Em contrapartida, alguns vereadores foram favoráveis à medida e contribuíram com um projeto totalmente democrático e que ia ao encontro dos anseios da população. Jamais vou contrariar a decisão soberana do Plenário, mas deixo um voto de repúdio àqueles parlamentares que, dessa vez, optaram pelos interesses pessoais à vontade do povo, que não aguenta mais discurso vazio.

Paulo Pauléra, vereador, Rio Preto 

 

Lula

O Ministério Público acaba de rejeitar o arquivamento do inquérito contra Lula. "O que é do lobo já nasce manco", como dizia o Jamil Cury Miziara. Acrescento: presentemente, Lula tem mais passado que futuro!

Odilon Ismael, Rio Preto 

 


Cartas: 

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: leitores@diariodaregiao.com.br

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso