X
X

Diário da Região

27/08/2015 - 01h37min

Cartas do Leitor

Dia do Corretor

Cartas do Leitor

Hoje é comemorado o Dia do Corretor de Imóveis. Aplausos para todos os profissionais que atuam no setor imobiliário! Empresários, gerentes, supervisores, corretores, estagiários, captadores e colaboradores, atuantes deste setor. Trabalhar no segmento de imóveis é sentir o prazer de um sonho realizado, a emoção da conquista do primeiro imóvel, o desejo de comprar para investir, o sabor de conseguir com suor um espaço para morar e a alegria nos olhos de compartilhar com a família um teto planejado por algumas décadas. O dia a dia do corretor de imóveis é marcado sempre por alguma surpresa. Ele precisa estar preparado inclusive para driblar a concorrência desleal de profissionais que trabalham em segmentos totalmente diferentes e muitas vezes "atuam" como intermediadores de imóveis. Por isso, o corretor de imóveis credenciado e atuante é digno de aplausos e merecedor de todas as homenagens neste mês de agosto! 

Antônio Carlos Novaes Filho, Rio Preto 

 

Ulisses

Sobre crônica de Romildo Sant'Anna, 'A viola de Ulisses', publicada no Painel de Ideias: quando um escritor se debruça sobre um clássico texto da literatura mítica e trágica (Odisseia, de Homero) e traz para o chão de nosso cotidiano, mostra, além de seu inegável talento, aquilo que indubitavelmente torna uma uma obra imortal: mitos que em sendo nada são tudo. E que assim esboçam histórias atemporais que, penso, são as que desafiam o tempo e a história futura que afinal, com novas roupagens, sempre se repete. A viola reencontrada pelo Ulisses Mussi é o seu retorno a Ítaca.

Wilson Daher, Rio Preto

 

Câmara

Acredito que defender em público o PT e o atual governo deveria ser considerado 'apologia ao crime', tantas são as denúncias comprovadas, julgadas e condenadas de membros como José Genoino, Delúbio Soares, José Dirceu, José Vaccari, entre outros. E ao contrário do que o vereador Marco Rillo pregou em recente sessão da Câmara, não se trata de acusar governos passados por práticas iguais. Se aconteceu, que os culpados sejam punidos. Com relação à manifestação do dia 16/8, realmente acredito que Rillo não tenha visto nenhuma faixa alusiva a escândalos na Prefeitura de Rio Preto. E não viu por alguns motivos, um deles porque não participou, pois é difícil a um integrante do PT sair às ruas e se misturar à população que prega o fim da corrupção. O vereador se equivoca também quando faz alusão ao 'golpe'. Caso conhecesse a Constituição, saberia que o impedimento de um presidente da República é medida legal e consta da Carta Magna. Em 1992, o PT protagonizou a campanha pelo impeachment de Collor, hoje forte aliado do referido partido. Golpe, vereador, é mentir para se eleger. Golpe é aparelhar a Justiça em benefício próprio. Golpe é amealhar milhões em propina, enquanto o povo morre em corredores de hospitais públicos mal assistidos. Golpe são nossas crianças morrendo de desnutrição. Por último, refiro-me às acusações que faz ao dr. Domingo Braile, por conta de artigo publicado no Diário. É muito despreparo de sua parte tentar manchar a imagem de um cidadão empreendedor, exímio cirurgião, que eleva o nome da nossa cidade. O Programa Mais Médicos, do atual governo, é uma afronta à liberdade. Vejo-os praticamente escravizados no Brasil, recebendo uma quantia ínfima. Não tenho conhecimento da competência dos médicos cubanos, mas se em Cuba a medicina é tão avançada, por que Dilma e Lula se trataram aqui no Brasil, quando doentes? O vereador, ao se pronunciar na tribuna da Câmara, perde uma imensa oportunidade de poupar a população de sua própria insignificância.

Nélio de Castro  Gomes, Rio Preto

 

Trem

Os problemas advindos dos trens realmente não são resolvidos só por leis municipais, mas sim por vontade do poder político e acima deste pelo poder do Ministério Público. Discursos de toda ordem existem, mas poucos ouvem ou sentem na pele o inferno que é esta desditosa buzina, sem adicionarmos a interrupção da mobilidade, a possibilidade de acidentes e os danos ambientais. Acontece que os trenzinhos românticos de antigamente, com aquele apito suave e harmônico, não existem mais. Agora são buzinas potentes e ensurdecedoras, e não tem hora. Mesmo residindo a 300 metros dos trilhos, estes zunidos do inferno às duas da manhã, depois de um longo dia de trabalho, não são nada bons. Isso se repete duas, três, quatro, cinco, seis vezes, com um tempo de duração de cada acionamento de três a cinco segundos. Cada uma destas passagens dura uma eternidade. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o limite sonoro que o organismo humano suporta é de 65 decibéis, e que o sistema auditivo passa a ser comprometido a partir de 85 dB. A buzina do trem produz 152 dB a 180 dB, o que pode desencadear responsabilidades futuras do poder público para com os danos causados. Por fim, ressaltamos que a circulação deste trem pelo centro de Rio Preto não gera nenhum benefício direto para a população, o que aconteceria se tais trilhos não existissem. Se os vereadores Alessandra Trigo ou Celso Peixão erraram na elaboração dos seus projetos, pelo menos foram os únicos que se preocuparam com os cidadãos atormentados diariamente pela passagem deste trem.

João Francisco Freitas, Rio Preto

 


Cartas: 

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: [email protected]

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso