X
X

Diário da Região

29/10/2016 - 00h00min

Cartas do Leitor

Agradeça

Cartas do Leitor

Depressão pós-eleição. É fato! Discurso da realidade sofrível. Um candidato perdeu. Outro ganhou. Quem será que foi eleito? Nada não, têm coisas ruins chegando para melhorar. Têm coisas boas disfarçadas. Apodrecem pela falta da prática.

Sigo em minha certeza de que dias melhores estão nas fôrmas, cozinhando até o ponto certo. Regados a preces e anseios. Bravuras e coragem da experiência da vida.

Nosso país, tão abençoado, é berço das metamorfoses de ondas espirituais. Roubaram de seu solo ouro, prata. Parece inesgotável! Ressurgem. Brotam novamente, como se a dizer: sua riqueza será perpétua! Porque a mão oculta de Deus nunca desiste da perfeição.

Engendramentos de purificação arquitetados nas falanges do aperfeiçoamento, na pureza das atitudes, nas ações da paz humana são postos à prova.

Cabeças de alma grande assopram esperança de justiça e irmandade. Decidem na coragem que lhes é imbuída no âmago da própria existência de passagem provisória pelo planeta que nos empresta o espaço sideral.

A Terra gira, removendo poeiras cansadas de mentes maldosas, que vivem à mercê de se vingarem de algo que ainda não descobriram a causa. Doem por dentro de suas carapuças apoteóticas. Soltam lágrimas endurecidas. Embrutecidas.

A universalidade cósmica ajuda a combater as inúmeras lutas eternas do bem contra a falta do bom. E os pensamentos úteis se traduzem em colheitas sólidas.

Agradecer é o verbo do sucesso vital, sempre em busca da alavancagem do extrativismo do nosso melhor. Aprender que dificuldades acordam. Escapar do letárgico estado do abandono no sossego inoperante.

Sorrir! O sorriso abre a percepção da felicidade. Adentra em campos minados de alegria. Vai abrindo caminho dentre as agruras, prospectando ladeiras enfeitadas de flores nascidas ao regar na natureza. O pássaro canta sem perguntar se choverá. O bando voa liderado pelo mais otimista deles. O alimento desponta para nossos olhos se maravilharem.

A chuva! Chega de mansinho fertilizando o solo, umidificando o calor ao redor. O sol chega a ficar exausto, mas nunca desiste de iluminar e aquecer. A lua se adorna de prateado para nos propagar que a escuridão pode ter seus brilhos gerados pela intensidade de mentalizações saudáveis.

Agradeça e sorria! Toda manhã nasce outro dia.

Edvaldo Jacomelli, Rio Preto

 

Mobilidade

“Nova série do Diário começa hoje a debater a mobilidade - Diário da Região - Aos que reclamam do caos no trânsito em Rio Preto devido às obras do projeto de mobilidade urbana, digo que é preciso dar um voto de consideração e de paciência.

Não sou partidário de ninguém, calma. Mas o que vemos hoje em Rio Preto é um grandioso projeto. Para os incautos: somente algumas poucas capitais no Brasil possuem projetos semelhantes.

Rio Preto se antecipa em muitos anos e isto significa apenas um bom começo.

Isto porque força outros prefeitos que virão ao desafio natural de ampliar, melhorar e modernizar o que até então fora feito.

O que estamos vendo nos dias de hoje, o caos segundo alguns, é momentâneo e deverá depois melhorar a vida de cada um. É por isso, e muito mais, que Rio Preto se destaca, se antecipa, com este grandioso projeto, que particularmente só tenho a elogiar pelo tanto que ele nos trará de bem.

Aos que criticam, eu lamento, mas são impacientes e absolutamente desinformados de tudo, o que é uma pena.

Agora, por outro lado e diante disso tudo não é possível termos milhares de malditas valetas profundas, desmedidas, espalhadas por toda a cidade. É absolutamente incoerente e inaceitável.

Antonio Celso Tomaigho, Rio Preto

 

Ser ou não ser

Ser presidente da Câmara de Rio Preto, ou não, eis a questão. O certo é que isso tudo é uma grande vergonha. Para o povo, que segue sem expressar sua opinião, mas quem sabe a solução esteja vindo lentamente no cesto da cegonha.

Nossa cidade merece algo bem melhor, questões políticas que empatam e enojam a sociedade rio-pretense.

E quem sabe o próximo a presidir, não seja muito pior.

Ó, gloriosa Câmara... a quem tu pertence?

Não se fala em outra coisa pelos bastidores. Que pena que esta questão tão importante seja tratada assim.

Rio Preto dependendo das ferozes disputas, à mercê do show dos nossos ilustres vereadores.

Mas tenhamos esperança, talvez ainda não seja o fim. Mas a situação é mesmo muito dramática, cai um e já sobe outro no lugar.

É fácil de entender, isso é apenas matemática, pois a máquina de fazer poder nunca pode parar.

Mas para quem devemos chorar?

Israel Vieira, Rio Preto

 

Pura maldade

Quais medidas tomar quando uma criança de 10-11 anos for humilhada publicamente? E quando se tratar de 15 ou mais crianças humilhadas publicamente?

Foi o que aconteceu com as crianças do SUB 11 do América no último 16 de outubro em pleno estádio do Teixeirão.

Foram humilhadas publicamente e exatamente por autoridades do esporte que ocupam cargos revestidos da responsabilidade de protegê -las e incentiva-las.

Não se preocuparam em protegê -las, porque negligenciaram o desfibrilador para a partida contra o Guaraní.

Não as incentivaram, porque decretaram, com esse gesto irresponsável, a derrota dos meninos por WO já que o desfibrilador era um equipamento obrigatório para a realização do jogo.

Presenciei a humilhação sofrida por essas crianças, que saíram chorando de campo, derrotadas, sem poder ter lutado, expostas publicamente a um assédio moral praticado por autoridades que cuidam de proteger seus cargos e apadrinhados, mas que desprezaram o sonho desses meninos.

Qual pergunta pode ter ficado na mente e nos corações dessas crianças?

Será que dá para acreditar em um país limpo, com adultos e instituições limpas?

Sugiro ao MP que inclua esse triste episódio no pacote de investigações da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Rio Preto.

Pedro A. Domingues, Rio Preto

 

Cartas

As correspondências enviadas para esta seção devem ter o nome legível do autor, RG, foto, profissão, idade e endereço e telefone para confirmação prévia. Para dar oportunidade a um maior número de leitores, as cartas poderão ser resumidas. Os originais não serão devolvidos. As cartas podem ser enviadas da seguinte forma:

1) Pelo correio, endereçadas à avenida Feliciano Salles Cunha, 1.515 - CEP 15035-000, São José do Rio Preto-SP
2) Entregues pessoalmente no endereço acima
3) Por fax - (0xx17) 2139-2090
4) Por e-mail, no seguinte endereço eletrônico: [email protected]

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso