X
X

Diário da Região

08/01/2016 - 00h00min

Painel de Ideias

Um ano para não esquecer

Painel de Ideias

NULL NULL
NULL

O ano de 2015 não foi dos mais fáceis. A crise política agravou a crise econômica, que por sua vez piorou a crise política. Escândalos se sucederam com uma velocidade cada vez mais espantosa. O brasileiro perdeu empregos, dinheiro e a capacidade de acreditar em melhorias. Porém, o texto não é sobre o ano passado. Falo de 2016.

Iniciamos um ano que tem tudo para ser especial (o que significa que será bom).

O Brasil vive um momento crítico. Temos em andamento dois grandes fatos políticos. De um lado o processo de impeachment da presidente da República, que terá seu desenrolar ao longo do ano, com consequências ainda imprevisíveis. De outro, o processo de cassação do presidente da Câmara dos Deputados, o terceiro na linha sucessória da República, também de resultado imprevisível. Há também o pedido de afastamento de Cunha, feito pelo procurador-geral da República ao STF, em razão do uso do cargo para atrapalhar investigações.

São fatos que envolvem os três poderes da República, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário, além de instituições do porte do Ministério Público. Não caracterizam nenhuma ruptura ou golpe. São previstos na Constituição e nas leis brasileiras e serão julgados por quem compete fazê-lo, dentro dos procedimentos cabíveis.

Mas não é só. 2016 nos reserva mais.

A crise econômica está longe do fim. Certamente pioraremos antes de começar a melhorar. Mesmo porque o barco tem um comando com cada vez menos controle sobre o leme, às voltas que está com a manutenção do próprio posto. A deterioração da economia será combustível para a crise política e certamente contará nas decisões a serem tomadas.

Temos também a Operação Lava Jato, ainda com muito o que contribuir para o País. Muitos desdobramentos estão pendentes, há muita informação para ser analisada. Os resultados, imprevisíveis mas imagináveis, serão decisivos para os acontecimentos políticos, eis que intimamente ligados.

Como se não bastasse, 2016 é também um ano eleitoral. Ou seja, enquanto a política se estremece com o desencadear dos fatos citados, o andar de baixo será chamado para escolher parte de seus representantes. Serão eleições municipais, é verdade. Mas sabemos que elas servem, principalmente nas grandes cidades, como sinalizador do humor do eleitorado e das futuras movimentações do jogo político.

Finalmente, será também o ano das inéditas Olimpíadas em solo brasileiro. O maior acontecimento esportivo do planeta fará com que o mundo nos olhe um pouco mais de perto, que queiram conhecer mais sobre o que pensamos, fazemos e como fazemos. Teremos maior visibilidade justamente nos momentos críticos que se aproximam.

A solidez das instituições brasileiras será testada. O País será visto e analisado em 2016.

Definitivamente, um ano para não ser esquecido.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso