X
X

Diário da Região

15/08/2015 - 00h00min

Painel de ideias

Tempo, tempo, tempo

Painel de ideias

NULL NULL
NULL

O que é, pois, o tempo? Se ninguém me pergunta, sei o que é; mas se quero explicá-lo a quem me pergunta, não sei. Santo Agostinho, Confissões, Livro XI, item 14. Por esses dias, passei à condição de sexagenário. Salvo algum erro de cálculo, já vivi mais de 21.900 dias, 525.600 horas, ou 1.892.160.000 segundos. Vocês não poderiam dormir sem saber disso!

Podem me achar estúpido, mas estou feliz com a idade. Encaro o peso dos anos numa boa. O que muda é que, nessas datas especiais, o aniversariante fica mais reflexivo, certo de que o trecho que ainda está por vir é menor do que o caminho já percorrido. Então, é aproveitar cada minuto do tempo de acréscimos. E, se vier a prorrogação, melhor ainda.

Os anos de estrada me levam a comparar a vida da gente a um roteiro em aberto. Nele, o tempo, senhor de si, vai escrevendo as cenas ao seu gosto, ora alegres, ora tristes. Ele tece vagarosamente um enredo, cujo final, felizmente, temos a sorte de desconhecer. O tempo se encarrega de tingir os nossos cabelos de branco, ou derrubá-los, como no meu caso.

O tempo sulca os nossos rostos com marcas, pra não restarem dúvidas de que ele, de fato, passou. O tempo se intromete na alegria e também no enfado. Eu explico. Quando seu time do coração disputa e vence aquela final eletrizante, quando chega o show que você esperou anos pra ver, quando os momentos de felicidade ao lado da pessoa amada parecem eternos, quando chegam as férias com que você tanto sonhou... aí o tempo – brincalhão – voa!

Gozador, o tempo diverte-se saboreando vagarosamente cada um dos momentos enfadonhos do nosso cotidiano. Ele demora a passar quando você espera pelo transporte público. Arrasta-se preguiçosamente quando estamos nas filas do posto de saúde ou do banco. Cochila sem pudor enquanto você espera ansiosamente pela data do pagamento, porque o mês está maior que o seu salário.

O tempo finge-se de morto enquanto você ouve a voz metálica daquela atendente do 0800, que nunca entende as suas opções. E parece ter um prazer sádico em ver você esperando pela carta de aposentadoria do INSS. Você ali, desalentado como o Coronel do conto de Gabriel Garcia Marques, esperando o Correio, em vão. Ninguém escreve a você. E o tempo ali, do lado, divertindo-se.

Minha noção de tempo não é a sua, o tempo da dona de casa não é o tempo da executiva, o tempo do (pobre) aposentado parece um relógio sem ponteiros. Essa relação conflituosa faz com que, muitas vezes, você tenha desejo de matar o tempo, no sentido mais literal possível. Mas, passada a ira, compreende que isso seria pura perda de tempo.

O bom de chegar a esta idade é que a gente pode se gabar dos nossos feitos e exagerar, sem moderação, nem testemunhas: “no meu tempo, não perdia um gol como esse...”; “no meu tempo esse cara do UFC já tinha ido pra lona...”; “no meu tempo...”

Tempo temperamental.

Vou desafiar o tempo, procurando aprender coisas novas todos os dias, porque, afinal, nunca é tarde pra ser cedo!

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso