Diário da Região

16/07/2015 - 00h00min

artigo

Reintegração de posse, Brasil!

artigo

O Brasil vivencia um momento singular em sua história recente. Está dividido, mas não entre ricos e pobres. Está dividido entre ideologias modernas, empreendedoras e mentes atrasadas, improdutivas. Questões como inflação, queda do crescimento e a percepção de que os serviços públicos são de péssima qualidade, alavancam a insatisfação que atinge a popularidade do atual governo, enquanto os inúmeros protestos deflagrados em 2013 e no início de 2015 continuam a ecoar como lembrete nos dias atuais. É deste meandro contextual que emerge uma nova direita, ainda não muito bem definida, mas que escancara o que considera negativo para a vida do País diante da administração vigente.

É Pasadena; é o medonho balanço da Petrobras, com prejuízos na casa dos bilhões com o Petrolão; é a corrupção passiva dos diretores da estatal; é a prática de cartel organizado por empreiteiras para conseguir licitações bilionárias; são as denúncias do ex-deputado Roberto Jefferson, delator do mensalão, que afirma que o PT implantou o “padrão Fifa de corrupção” no Brasil, e que o dinheiro das estatais continua a financiar as campanhas partidárias. Mas a herança antipatriótica edificada pelo mensalão e outras desonras cívicas faz referência ao embuste da representatividade contemporânea.

Foi como abrir a Caixa de Pandora e o que veio de suas entranhas foi uma realidade nefasta, de puro descrédito na coisa pública, do desprezo pelos partidos como um todo, do sentimento de que a elite política é um amontoado de aves de rapina. Agora, todos os olhares se voltam para a reforma política. O mensalão acabou com o apetite eleitoral do povo brasileiro. Sendo assim, como construir uma democracia com um eleitorado apático e combalido? Tais evidências contundentes fazem lembrar um provérbio que diz que só nos preocupamos em colocar um cadeado ou boa fechadura na porta quando ela é arrombada. É exatamente isso que está acontecendo com nosso querido Brasil; enquanto nada de bom acontece, o País vai se descaracterizando e perdendo o viço.

Com a economia em coma induzido e mergulhada na crise, observamos incautos e paralisados aos capitais chineses e afins abocanharem nossa diversidade e necessidade. Se esta tendência permanecer, tudo aquilo que temos de mais palatável será tragado pelo apetite voraz de certos capitalistas que arregalaram, de vez, os olhos para cima de nossa aspirante “República Democrática” e andam investindo pesado por aqui. O que fazer com tanta bagunça no quintal do Brasil? É preciso agora salvaguardar as outras dependências do lar. Caso os moradores não promovam uma reintegração de posse, que recupere seu hábitat, mude a empresa responsável pela segurança de seu patrimônio e pendure uma placa no portão de entrada, estampada com um cão feroz, é melhor mudar de bairro! Metáforas à parte, o que interessa é que a sociedade civil assuma o papel de protagonista histórico, que permita a reforma tanto do mercado como do Estado, somente possível com o aprofundamento da democracia no Brasil. Fora deste panorama, tudo o mais é retórica e de nada resolverá uma tranca nova numa porta já arrombada...

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso