X
X

Diário da Região

03/03/2017 - 00h00min

Artigo

Primavera feminina

Artigo

NULL NULL
NULL

Oito de março é o Dia Internacional da Mulher. Como as mulheres gostariam de comemorá-lo? Recebendo flores e presentes? Que bom receberem símbolos; melhor ainda serem respeitadas em sua dignidade e reconhecidas em seus direitos, finalidades dessa comemoração oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1975. Ela surgiu de lutas sociais e políticas, especialmente de mulheres trabalhadoras.

No dia oito de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil, de Nova York, fizeram uma greve por melhores condições de trabalho e igualdade de direitos trabalhistas para as mulheres, movimento este reprimido com violência pela polícia. No dia oito de março de 1908, trabalhadoras do comércio de agulhas de Nova York, fizeram uma manifestação para recordar esse movimento e exigir o voto feminino e o fim do trabalho infantil, sendo igualmente reprimidas.

Reconhecendo a importância dessa luta, uma Conferência Internacional de Trabalhadores e Trabalhadoras, realizada na Dinamarca, em 1910, decidiu que o oito de março seria o Dia Internacional da Mulher. Essa data passou a ser ainda mais significativa a partir de 25 de março do ano seguinte, quando um incêndio em uma fábrica têxtil de Nova York, causado por condições precárias de trabalho, matou 146 trabalhadores, sendo 123 mulheres. Desde então, a luta das mulheres foi se expandindo.

Explorações e discriminações sofridas pelas mulheres, especialmente no trabalho, se tornaram focos de luta. No Brasil, por exemplo, a luta das empregadas domésticas por direitos iguais às demais categorias profissionais, dura cerca de um século; tomou expressão nacional a partir dos anos 50, perpassou os tempos sombrios da ditadura militar e alcançou êxito legal em 2015, no período de uma mulher, representante da classe trabalhadora, como presidente da República.

Apesar das conquistas, as discriminações contra as mulheres continuam alarmantes. No Brasil, seus salários são, em média, 73% dos homens. A diferença é ainda maior para as afrodescendentes. Elas são discriminadas nos cargos e carreiras, inclusive em funções públicas: 52% dos eleitores são mulheres, mas apenas 9,9% da Câmara dos Deputados e 5% do Senado são ocupados por mulheres.

Hoje, no Brasil, os trabalhadores estão correndo o risco de pagar longamente por uma aposentadoria que não usufruirão ou muito pouco. A falsidade apregoada para poder mudar as regras do INSS, alongando o tempo de contribuição e de serviço, visa dar sustentabilidade às empresas que contarão com menos mão de obra jovem, eximindo por mais tempo, tanto elas como o Estado, de partilharem benefícios. As mulheres, como sempre, serão as mais afetadas.

Por isso, até mesmo a ONU realizará de 14 a 24 de março deste ano, debates sobre o empoderamento das mulheres e seu vínculo com o desenvolvimento sustentável, focalizando todo tipo de violência cometida contra elas. Que as flores e presentes no oito de março sejam, portanto, reconhecimentos da “primavera feminina”.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso