X
X

Diário da Região

27/07/2016 - 00h00min

artigo

Injusto para quem?

artigo

NULL NULL
NULL

O editorial do jornal “O Globo” de 24 de julho defende uma proposta ultrajante para os alunos pobres que lutam para estudar em uma universidade pública no Brasil. O texto, cinicamente intitulado “Crise força o fim do injusto ensino superior gratuito”, usa uma lógica torta para propor que os alunos, e não o Estado, financiem as universidades públicas.

O que primeiro chama a atenção no título do artigo é o adjetivo “injusto”. A pergunta que ele suscita é muito óbvia: injusto para quem? Para o jornal? Para quem pode pagar para estudar? Para quem não pode? Para os bancos particulares que lucrariam com programas de financiamento estudantil? Qual é a noção de justiça invocada aqui, afinal? Essas perguntas o editorial não responde. Ele só diz que “os alunos de renda mais alta conseguem ocupar a maior parte das vagas nos estabelecimentos públicos, enquanto aos pobres restam as faculdades pagas”, afirmação que desmente inadvertidamente.

Com essa platitude do senso comum, o autor inverte a lógica da injustiça social para jogar nas costas da universidade pública sucateada o ônus de problemas sociais que ela nunca criou ou perpetuou. Convenientemente, o editorial se omite sobre os interesses dos fundos de investimentos que esperam, há anos, a oportunidade de lucrar muito com planos privados de financiamento estudantil. Na verdade, o texto só transforma a universidade pública em bode expiatório para problemas gerados pela má-gestão política do dinheiro arrecadado pelos estados e pela União.

O editorial ainda sugere que a cobrança de tarifas dos alunos do ensino superior público automaticamente reduziria a carga tributária. Esse é um argumento falso, que confunde os leitores para que apoiem políticas que se voltariam contra eles. O texto silencia sobre o fato de que, na prática, as famílias com filhos em universidades públicas continuariam a ter a mesmíssima carga tributária pesada, à qual seria somado o custo extra de ter de pagar caro por algo que lhes é de direito. Por esse prisma, a proposta do editorial é injusta e oportunista.

O autor ainda defende seu argumento citando uma pesquisa da “Folha de São Paulo”, de acordo com a qual “60% dos alunos da USP poderiam pagar mensalidades na faixa das cobradas por estabelecimentos privados.” Em que condições eles poderiam pagar para estudar o editorial não menciona, ignorando as diferenças socioeconômicas na faixa que cria estatisticamente. Há, portanto, pelo menos dois problemas que invalidam esse exemplo. Um lógico-matemático e outro retórico.

Se lermos o exemplo ao contrário, perceberemos que chocantes 40% dos alunos da USP não poderiam pagar mensalidades, e jamais estudariam lá, ainda que merecidamente passassem no vestibular. Isso não é injusto? Assim, o editorial generaliza a questão do financiamento do ensino superior a partir de um único exemplo, sem fazer as devidas contextualizações. O autor simplesmente toma a condição financeira de pouco mais da metade dos alunos da USP como único parâmetro para propor uma reforma geral e se dá por satisfeito, embora saiba que a USP não é a nossa única universidade pública.

Em suma, se quisesse ser justo, como pretende parecer ser, o autor teria feito um levantamento extensivo da situação financeira dos alunos das universidades públicas brasileiras para saber quem realmente não pode pagar para estudar.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso