X
X

Diário da Região

11/09/2016 - 00h00min

Artigo

Globalização, o desafio

Artigo

NULL NULL
NULL

O assunto é dos mais evidentes em toda a imprensa mundial, sendo matéria dos principais meios de comunicação.

As opiniões não são convergentes, apresentam diferentes versões e expectativas, criando dúvidas sobre como afetariam o Brasil, adormecido nos últimos 13 anos, com a política centralizada em um projeto bolivariano do qual resultou o fracasso econômico e social, com inflação de 9% e desemprego de 12 milhões de trabalhadores, além de um déficit admitido de R$ 170 bilhões para este ano e de R$ 139 bilhões em 2017!

O colunista Marcos Troyjo, da Folha de São Paulo, escreveu: “Quando voltar ao mundo, Brasil encontrará globalização fraturada. Inerte em decorrência de suas paralisantes mazelas internas, o Brasil encontra-se algo desconectado das grandes tendências que hoje operam no cenário global... Criaram uma espécie de cortina cronológica - o Brasil opera em seu próprio (e lento) tempo; o mundo segue velocidade distinta”.

Na minha opinião, a globalização, a economia e o comércio internacional desenvolveram-se com rapidez em decorrência das conquistas técnico-científicas ocorridas ao longo da segunda metade do século passado e nos três lustros do novo milênio.

Fazendo uma retrospectiva histórica, podemos afirmar ser a globalização, consequente ao fato do mundo ter ficado cada vez menor ao longo destes tempos.

Até o início do século 20, os meios mais velozes de transporte eram as carruagens e os barcos a vela com uma velocidade “fantástica” de 16 km/h.

Já em 1930, as locomotivas atingiam 100 km/h e os barcos a vapor, 50 km/h. Com isto, as distâncias “encolheram” cerca de seis vezes, ficando o mundo 80% “menor”.

Hoje, pelo mesmo raciocínio: os aviões a jato, voando a 1000 km/h, fizeram o globo terrestre se “reduzir” a 10% do seu tamanho em 1900!

A viagem por navio dos emigrantes da Itália para o Brasil, no início do século passado, durava 40 dias, hoje a distância é coberta em 12 h. 80 vezes mais rápida!

Somem-se a estes avanços a informática e a comunicação pelos telefones, televisão, internet ao enviar informações na velocidade da luz, transformam o planeta em uma “aldeia global”.

Neste ambiente, as nações desenvolvidas progrediram rapidamente, em tecnologia e riquezas, diferenciando-se dos países menos desenvolvidos, tornando-os cada vez mais pobres e mais dependentes.

Como exemplo, cito os medicamentos que dependem de cientistas diferenciados, atualizados e equipamentos de última geração. Os remédios são vendidos aos países pobres a preços de ouro ou de diamantes!

Este é apenas um exemplo, mas deve ser extrapolado para todas as vertentes dos novos conhecimentos e facilidades.

As consequências são claras.

A globalização é boa para as nações desenvolvidas, mas pode ser mortal para as nações incapazes de competir em igualdade de condições.

O Brasil consegue enfrentar os concorrentes com sua agropecuária, baseada na grande extensão de terras, nos conhecimentos da competente Embrapa, e pelo trabalho árduo dos brasileiros do campo!

Porém perdemos muitos anos, fechando-nos para a globalização, uma realidade que apesar de alguns percalços avança célere no cenário internacional.

Ainda é tempo de brilharmos como o país do presente e não do eterno futuro, bastando para tanto investir em Educação, Ética e Patriotismo!

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso