X
X

Diário da Região

19/08/2015 - 00h22min

Artigo

Epicédio a Raul de Aguiar

Artigo

Nesta semana, deu se o sepultamento do dr. Raul de Aguiar Ribeiro. Eu o conheci, tão logo chegou a Rio Preto, exercendo a profissão de cardiologista, na Santa Casa de Rio Preto. Esta instituição é parte importante da história de Rio Preto. Não havia nem em Rio Preto, nem na região, nenhuma instituição, particular ou governamental, que atendesse indigentes, só ela, apenas ela. Muitos médicos, cujos nomes não vou citar, posto que a omissão de qualquer nome seria uma injustiça imperdoável, lá trabalhavam. Raul era uns dos médicos que ingressaram na instituição assim que chegou. O sistema de trabalho: nós, médicos sem remuneração, devíamos nos colocar em disponibilidade, em qualquer hora do dia e da noite, para atender indigentes e acidentados. Após 25 anos nesse sistema, os médicos eram como que aposentados. Passávamos a fazer parte do conselho consultivo. 

Na década de 70, houve uma eleição municipal. Fui candidato e o dr. Raul, meu vice. Durante os quatro anos do mandato, ele foi um vice-prefeito absolutamente diferente de todos os que já existiram no Brasil. Trabalhava na Prefeitura todos os dias. Em determinado horário, eu trabalhava no consultório, até porque tinha que trabalhar para viver, o salário do prefeito era ínfimo. Eu o induzi a trabalhar comigo, quando percebi que era lúcido e correto. Assim que assumimos o mandato, ele foi o primeiro a fazer reivindicação. A Faculdade de Medicina/Hospital de Base estava para fechar suas portas, em razão de uma grande dívida. Seria uma perda irreparável para Rio Preto. Juntos, solucionamos o problema com uma medida até ilegal, mas profundamente dotada de moralidade em favor do interesse público. Destinamos 10% do orçamento anual ao pagamento daquelas dívidas. Um episódio inusitado. 

Durante o mandato, apareceu uma lei que autorizava as Câmaras Municipais a votar uma remuneração mensal ao vice-prefeito. A nossa Câmara colocou em pauta o projeto objetivando o fim supracitado. O dr. Raul procurou a Câmara, afirmando que não aceitava a remuneração, pois quando foi candidato, os eleitores votaram em vice-prefeito não remunerado. Sobre o assunto houve até discusão áspera com alguns vereadores. Mensalmente, o departamento de finanças da Prefeitura depositava sua remuneração em sua conta bancária. Mensalmente também, ele ia até o banco e exigia que aquele dinheiro fosse estornado para a conta da Prefeitura. Como se infere, ele não foi um vice-prefeito qualquer, mas um vice-prefeito que trabalhou efetivamente sem remuneração, colaborando com o prefeito e com o município.

Finalmente, na sua última entrevista como vice, foi-lhe perguntado: "Como foi possível vocês fazerem tantas obras que são colocadas entre as maiores do município sem deixar dívidas e deixando, isto sim, muito dinheiro em caixa, o que foi comprovado em auditoria?" Ele respondeu: "Quando não se rouba, as obras aparecem." Prezado leitor, epicédio é um discurso referente à pessoa que falece. Este epicédio que pronunciei no Cemitério Jardim da Paz, por ocasião do sepultamento, não é apenas um elogio fúnebre, é um testemunho histórico sobre a vida de um grande homem.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso